Compartilhe com seus amigos.

domingo, 31 de janeiro de 2016

O que é catequese.

A palavra catequese vem do latim “Catechese” e do grego “ katéchesis”, e significa: “Instrução metódica e oral sobre coisas religiosas ou Doutrinação”. Se pesquisarmos mais a fundo descobriremos que catequizar é: Doutrinar sobre questões sociais… Procurar convencer; aliciar… Introduzir no conhecimento ou na participação de alguma coisa; iniciar. Neste caso, catequese é o ato ou efeito de iniciar alguém em uma determinada doutrina.
Se catequese significa instrução do latim instructione , então catequese também é passar conhecimentos adquiridos; cultura, saber, ciência… Catequese aqui significa ensinar a viver baseado em conhecimentos adquiridos ao longo dos anos. Os povos sempre fizeram catequese passando seus conhecimentos e culturas, transmitindo à novas gerações, suas crenças e suas descobertas, contando as histórias de seus antepassados e como fizeram para progredirem e viverem melhor. Em outras palavras Catequese também é história.


Muita gente pensa que história é coisa de escola, uma matéria que obriga a decorar nomes, datas... Mas história é muito mais que isso. Quer ver? Toda pessoa tem sua história. Você conhece a sua história? Experimente, na sua família ou com seus colegas, fazer uma rodada de recordações. Vão aparecer histórias novas e antigas, alegres e tristes. Alguns fatos lembrados até ajudam a esclarecer dificuldades de hoje. A história vem do grego historía, pelo latim historia e significa: Narração ordenada dos acontecimentos extraordinário ocorridos na vida dos povos, em particular, e na vida da humanidade, em geral de acontecimentos, de ações, e de uma forma cronologicamente dispostos. É relembrar fatos importantes da vida, que nos ajudam a entender o presente e a agir melhor. É importante recordar a história da nossa própria vida, da nossa família, da comunidade, do povo... Conhecendo a história de alguém, aprendemos a respeitar seu jeito de ser e de pensar. Aprender e ensinar história nos faz mudar nosso jeito de encarar as situações.
O povo esta perdendo suas raízes, suas crenças e suas culturas. Não se contam mais histórias de pai para filho, e catequese perdeu seu verdadeiro sentido. Hoje, para muitos catequese é ensinar doutrina de uma determinada religião…
A Bíblia é a história de um encontro entre um Pai-Deus e seus filhos. Esse encontro não se deu de uma só vez. Foram várias etapas, como: a libertação dos Israelitas que eram escravo no Egito… a busca da terra prometida, onde todos teriam direito a trabalhar e a viver… a opressão do povo pelos reis em sua própria terra e por impérios estrangeiros… a resistência sob a liderança dos profetas, que relembravam ao povo o momento mais forte da história toda, a libertação do Egito.


Se você prestar atenção, acabamos de contar parte da história do povo hebreu que a fonte histórica foi a Bíblia, e ao mesmo tempo fizemos catequese. Deus é o Deus da vida. Ele está presente nas lutas, e dificuldades do dia-a-dia, amparando e guiando-nos para a libertação total. Deus é o Deus da história. E o que fizemos aqui? Fizemos catequese. Portanto meu irmão não esqueça a sua história, conte para seus filhos, netos, bisnetos... você estará fazendo uma ótima catequese e ao mesmo tempo escrevendo sua história nas páginas da vida dos seus filhos, netos... Osorio Soares.


Visite o Site da nossa Paróquia
Visite tambem a nossa Catequese
Leia a matéria completa aqui ►

Projeto da Catequese de Ipu para 2016

A FAMÍLIA: é o berço da fé, o qual deve favorecer o desabrochar das dimensões da vida cristã.
A CATEQUESE: desenvolve a fé inicial do batismo até à maturidade, cuja medida é Cristo.
A Família é chamada a ser o Santuário da Vida e por isso é o lugar privilegiado para exalar o amor. Sabemos que a família hoje vive as ameaças da sociedade influenciada pelo consumismo, relativismo, ateísmo, individualismo, utilitarismo, subjetivismo e hedonismo (culto ao prazer).
O mundo hoje é plural, mas também fragmentado. As ciências e as tecnologias se desenvolveram tanto que acabam passando por cima dos princípios da ética e da religião. E quem acaba sofrendo os impactos da sociedade pós-moderna é a família que vive mergulhada num mundo secular cheio de dramas. As pressões do mundo globalizado são tantas que a família fica num beco sem saída. As pessoas falam tanto em religião mas querem ser igreja a sua maneira.
Diante destas e de tantas outras realidades queremos em 2016 aproximar a família da igreja tendo como base a educação da fé de seus filhos.
Desde 2014 implantamos na Paróquia o processo de iniciação a vida cristã das crianças:
  Desejamos aperfeiçoar o processo dentro do esquema litúrgico da igreja para 3 anos: A, B e C.
Leia a matéria completa aqui ►

Espiritualidade da catequese

Desta forma, a espiritualidade da catequese brota da vida em Cristo, que se alimenta na ação litúrgica e se expressa a partir da própria atividade de educadora da fé, da mística daquele que está a serviço da Palavra de Deus. É uma espiritualidade bíblica, litúrgica, cristológica, trinitária, eclesial, mariana e encarnada na realidade do povo. DNC 13
Desde 2014 a Catequese Infantil da Paróquia do Ipu vem desenvolvendo o Processo de Iniciação a Vida Cristã, apelo da igreja no brasil (Diretório Nacional de Catequese - 2005, Documento de Aparecida 2007, o Estudo da CNBB 97, Iniciação à Vida Cristã, fruto da última Assembleia e lançado durante a III SBC em 2010, DGAE 2011-2015 e 2015-2019 Igreja: casa da Iniciação à vida cristã). Neste processo, vivemos a espiritualidade pascal, ao longo do ano litúrgico, como caminho de inserção gradativa no mistério pascal de Cristo, a espiritualidade penitencial ou de conversão mediante a celebração do sacramento da Reconciliação. DNC 122; DNC 49; RICA 8

A grande maioria de nossos catequistas é constituída de leigos, sobretudo mulheres. Levando em conta a sua realidade de leigo, buscamos despertar também uma espiritualidade própria, o engajamento familiar, comunitário, social, político... DNC 258.  Transformando-os em  pessoas de espiritualidade, que quer crescer em santidade. O catequista coloca-se na escola do Mestre e faz com Ele uma experiência de vida e de fé. Alimenta-se das inspirações do Espírito Santo para transmitir a mensagem com coragem, entusiasmo e ardor. “Esta é a vida eterna: que conheçam a ti, o Deus único e verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que enviaste” (Jo 17,3). Nutre-se da Palavra, da vida de oração, da Eucaristia e da devoção mariana. Falará mais pelo exemplo do que pelas palavras que profere (cf. CR 146). A verdadeira formação alimenta a espiritualidade do próprio catequista, de maneira que sua ação nasça do testemunho de sua própria vida. DNC 264. 
Leia a matéria completa aqui ►

Finalidade e Tarefas da Catequese

                1  A Finalidade da Catequese é aprofundar o primeiro anúncio do Evangelho, levando o catequizando a conhecer, acolher, celebrar e viver o Mistério de Deus manifestado em Jesus Cristo. Buscamos formar comunidades catequizadoras, fonte viva da fé na vida do povo conservando a memória de Jesus, suas palavras, gestos, oração e compromisso com o Reino e principalmente a opção preferencial pelos pobres. Desenvolvemos o processo de educação da fé através de três elementos: o catequizando, a caminhada da comunidade e a mensagem evangélica (cfr. CR 155 e 185).
Nós catequistas somos formadores de discípulos missionários do senhor Jesus.

  1.2 TAREFAS DA CATEQUESE
1.2.1 Ensinamento da Fé: introduzir o cristão no conhecimento de Jesus, das escrituras sagradas, da Igreja, da tradição e das fórmulas da fé, em especial o credo apostólico.
1.2.2 Iniciação Litúrgica: introduzir o cristão no significado e participação ativa, consciente e plena dos mistérios sacramentais, celebrações, sinais, símbolos. Ritos, orações e outras formas litúrgicas.
1.2.3 Formação Moral: educa a consciência, atitudes, espírito e projeto de vida segundo proposta de Jesus. As bem-aventuranças e os Mandamentos fazem parte do conteúdo essencial, da educação ética e moral, tanto pessoal como social para atitudes cristãs, como discípulos e discípulas de Jesus. O sacramento da Penitência contribui para a formação moral - coerência de vida.
1.2.4 Vida de Oração: ensina a rezar por, com e em Cristo, com a mesma disposição com as quais Ele se dirige ao Pai: adoração, louvor, agradecimento, confiança, súplica e contemplação. O Pai Nosso é o melhor modelo da oração cristã.
1.2.5 Vida Comunitária: cuida com carinho da dimensão fé e vida em comunidade ensinando: simplicidade humildade, zelo pelos pequeninos, atenção para os que erram, correção e amor fraterno, oração em comum e partilha de bens.
1.2.6 Testemunho: tem como missão levar à sociedade a revelação no mistério do Verbo de Deus encarnado através do testemunho de santidade.

1.2.7 Missão: Ter viva a consciência de que o que o Senhor pregou deve ser proclamado e espalhado até os confins da Terra (DGAE 25). Portanto a Catequese deve iniciar o cristão à Missão sem fronteiras como parte essencial da vocação cristã.
Leia a matéria completa aqui ►

Objetivos da catequese

A Catequese da paróquia do Ipu é um dos meios pelo qual Deus se manifesta às pessoas. Através de um processo de educação da fé para a vida em comunidade, a catequese transmite a fé ensinada pela igreja. O catequista é um porta-voz da Igreja e da Comunidade (cfr. CR 145).  Ela também é um processo dinâmico, integral, orgânico e sistemático da fé na vida do cristão, pois possibilita a integração da criança em uma comunidade cristã.

Promovendo um encontro com Jesus Cristo em uma experiência evangélica, celebrando e alimentando a fé na liturgia, ela fornece uma formação de base essencial centralizada na Páscoa de Jesus: a fé orada, celebrada e vivida.

A catequese desenvolve um compromisso missionário à ação do Espírito Santo para o estabelecimento do Reino de Deus no coração das pessoas.

Nós catequistas, procuramos despertar o compromisso com a ação sócio transformadora à luz da Palavra de Deus e dos ensinamentos da Igreja. Desde 2010 buscamos expressar  a alegria de sermos discípulos do Senhor e de termos sido enviados com o tesouro do Evangelho. Sabemos que ser cristão não é uma carga, mas um dom: Deus Pai nos abençoou em Jesus Cristo seu Filho, Salvador do mundo. (DA 23)
Leia a matéria completa aqui ►

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Homenagem pelas bodas de Prata do Padre Nonato



Nossa sincera homenagem pelas bodas de prata do Padre Raimundo Nonato. Sabendo do seu amor pelas crianças, nada melhor do que ouvir da voz delas, estas palavras em forma de prece melodiosa. A música é do Padre Adriano e ministério Dom e Missão, sendo que os dois últimos versos foram feitos pelo coordenador de catequese da Paróquia do Ipu, em homenagem ao seu Pároco.

As crianças da Catequese homenageiam o nosso Pároco pelos seus 25 anos de Ordenação Sacerdotal.

Posted by Catequese da Paróquia de Ipu on Segunda, 4 de janeiro de 2016
Leia a matéria completa aqui ►

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Festa da Eucaristia no Centenário da Diocese de Sobral - Primeira Comunhão 2015 em Ipu


Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel (Sl 12,6).

Assim estamos vivendo os nossos dias. A Palavra de Deus nos orienta a dedicar um ano de louvor à santidade do seu Deus a cada cinquenta anos (Dt 15,12-15). No Evangelho, o Ano Jubilar encontra em Jesus Cristo a sua realização definitiva (Lc 4,18-19): Ele realiza “um ano de graça” com suas palavras, e, sobretudo, com as suas ações: vida, morte e ressurreição.

Este é o “Ano da Graça”. E são tantas as Graças que não sou digno de enumerá-las, porém não posso deixar de exultar o Nome do Senhor nosso Deus pelas maravilhas que ele fez entre nós. É tempo de alegria, de dar graças a Deus por esta etapa de evangelização, de caminhada, de anúncio, de conversão e de fortalecimento de nossa Fé. Tudo isto porque estamos celebrando o grande Jubileu de nossa Diocese.

Estão sendo 4 anos de preparativos e celebrações: Fomos conduzidos a reavivar o espírito missionário presente na espiritualidade mariana com um ano dedicado a Maria (Ano Mariano). Logo em seguida veio a experiência dos discípulos missionários que anunciavam o Reino a partir da pregação e do testemunho e ensino da fé como catequistas missionários (Ano Catequético). Como missionários, também fomos chamados a dar uma resposta como sinal de conversão e de adesão mais radical a serviço do reino através da vocação especifica, vivenciando o tempo vocacional (Ano Vocacional). E agora, como discípulos missionários no Senhor, somos convidados a perceber a riqueza que é para nós a Santa Eucaristia, pois como batizados somos chamados a ser comunhão entre nós e os irmãos. É a Eucaristia, que recebemos como alimento, que nos fortalece nesta caminhada (Ano Eucarístico). Todos estes elementos provêm de uma única fonte geradora que é a Palavra de Deus.

Nestes últimos anos nos preparamos para este jubileu escutando a Mãe Maria: “Façam tudo o que Ele vos disser. (Jo 2,5); e a Mãe Igreja: Urgências para a ação Evangelizadora 2. Igreja: casa de iniciação à vida Cristã (DGAE). Depois de muitos estudos direcionados ao processo de iniciação a vida cristã e conscientização dos adultos e seus catequistas, a catequese paroquial resolveu trabalhar de acordo com os critérios da Igreja no Brasil.

Em 2014 iniciamos a nossa primeira turma evidenciando o discipulado cristão e o amor pela Eucaristia a partir da celebração litúrgica com princípio e fim de nossa ação evangelizadora.

No dia 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, a Paróquia em Jubilo celebrou a Festa da Eucaristia, levando estas crianças ao encontro de Jesus, concretizando assim os 2 primeiros tempos do processo, de acordo com o RICA. Foi muitas bênçãos, muitas graças e muito louvor para Honra e Glória do Senhor. Foram 33 centros catequéticos de toda a paróquia com 147 catequistas trabalhando com o mesmo ideal, durante 3 anos ( Pré catequese 1 ano e catequese 2 anos).

Não foi fácil, principalmente a conscientização dos familiares que não compreendendo o valor e a necessidade de empenho de todos, acabaram se afastando e afastando seus filhos. Neste último ano recebemos 486 crianças para a última etapa do processo e conseguimos um total de 423 crianças comungando conosco pela primeira vez, em toda a Paróquia.

Nosso Pároco, Padre Raimundo Nonato convidou para esta grande festa o nosso Vigário paroquial, Padre Lucas e dois Padres filhos da terra, Padre Erlandino, Pároco de Pires Ferreira e Padre Gerson, Reitor do Seminário de Filosofia e Teologia de Sobral, em fortaleza.

Agradecemos a Deus esta oportunidade ímpar em nossas vidas. Eu Osorio Soares quero agradecer de maneira particular ao Padre Nonato pelo apoio e confiança em nosso trabalho e aos meus amados irmãos catequistas.
Leia a matéria completa aqui ►

sábado, 28 de novembro de 2015

Estrela-de-Natal

Das flores que perderam o status de “rainha dos jardins” graças aos modismos e à volatilidade do que é chamado de chique, uma das que vez por outra ainda encontra refúgio em algum vaso solidário é o chamado lírio-sangu-salmão (Scadoxus multiflorus), que também ostenta os nomes populares de estrela-de-Natal e coroa-imperial. Uma das prováveis causas do seu ocaso é a sua toxicidade; a flor produz um potente alcaloide que é venenoso, tanto que em alguns rincões da África natal do lírio-sangu-salmão ele é usado como veneno e panaceia para feridas mal curadas.
O lírio-sangu-salmão nasce de um bulbo que dá origem a folhas verde-claras e lanceloadas com pequenas ondas nas bordas. No centro das folhas cresce um falso caule de consistência suculenta onde floresce um espetacular conjunto de finos cones que formam a flor um semi-círculo vermelho-alaranjado. O diâmetro pode chegar a 25 centímetros e sua altura, cerca de 90 centímetros.

Graças às suas flores leves e lindas, o lírio-sangu salmão presta-se tanto para cultivo em vasos quanto em maciços, renques e bordaduras – se houver muitas crianças e animais domésticos no local, o plantio em quintais e jardins é desaconselhável por sua supracitada toxidez. O lírio-sangu-salmão floresce tradicionalmente entre o final do Verão e o final do Outono e as flores tem boa durabilidade (duas a três semanas em média). O solo precisa ser leve, fofo até, para o perfeito crescimento das raízes, rico em matéria orgânica e de boa drenagem. Gosta muito de água mas não de encharcamento. É uma flor de meia-sombra e de clima ameno, não tolerante a geadas. Multiplica-se por sementes e brotos e o bulbo entra em período de dormência no Inverno.

Eis a maravilha. Para cultivá-la, precisamos ficar atentos, pois ela desaparece durante o ano, ficando viva apenas suas raízes que é em forma de batata. Nesta época ela surge majestosa para anunciar o “Nascimento do Menino Jesus”. Por isso o nome de Estrela de Natal. Vejam, esta está brotando agora, primeira semana do advento. Prometo colocar aqui, semanalmente o desenvolver desta planta linda que vem anunciar o Natal.
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Eterno querigma

O povo oprimido clamou... esperou... confiou.
O Deus da Vida acolheu e escutou.
A promessa de outrora se fez realização.
O sonho de Deus se fez salvação, libertação.

Na história humana, Deus se encarnou.
Novo horizonte se abriu: novo sol despontou.
Os sinais do Reino Jesus nos mostrou.
Com a vida e a palavra, anunciou e proclamou.

Os pequenos e pobres acolheu.
Dos excluídos e sofredores se compadeceu.
Com ternura, amou, perdoou, libertou.
Com vigor, despertou, alertou, denunciou.

Apontou novos rumos, caminhos novos.
Revelou o rosto do Pai a todos os povos.
Chamou apóstolos, discípulos, seguidores.
Jogou por terra o poder dos opressores.

Pela Verdade, assumiu e abraçou a cruz.
Ressuscitado, transforma as trevas em radiante luz.
Entra definitivamente no centro de nossa história.
Convoca a humanidade para celebrar a vitória.

E o povo de Deus continua caminhando,
esperando...confiando.
E ele vai fazendo de seu projeto
um eterno Querigma.


Carlos Jorge Teixeira
Leia a matéria completa aqui ►

domingo, 11 de outubro de 2015

Eu fiz você criança

E disse Deus à humanidade:
Olhe, eu fiz você criança
para que sempre possa abrir uns olhos novos
e rir diante da morte ou se voltar a mim,
alvoroçada de medo ou de esperança,
e sentir-me Papai, Mamãe, Ternura.

Eu fiz você criança para que brinque sempre
com todo esse brinquedo do universo infinito.
Sem quebrá-lo, porém, e sem se machucar,
minha pequena!
Sempre brincando juntos os irmãos e as irmãs,
iguais no jogo!
Agora começamos mais um novo milênio,
para você brincar...


Não vá crescer demais.
Não vá querer soltar-se de minha mão, pequena!
Não vá fazer da vida um banco,
um mercado, um navio de guerra!
Venha, me olhe, bem no face a face:
Não está vendo meus olhos em seus olhos?

Cada dia amanheço neste breve horizonte de seus dias, pequena.
Cada noite aconchego sua lua espantada.
Sempre estou acolhendo seus tropeços,
seus sonhos, seu amor, sua vida,
que é minha, pequena!


Pedro Casaldáliga
Retirado do livro: 'Mensagens para o ano todo, vol.2', Paulinas Editora.
Leia a matéria completa aqui ►

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Criado por Deus


Deus não fabrica lixo, logo, ao me criar, criou um ser importante, que não existia antes e não será nunca mais repetido. Não haverá nunca outra pessoa exatamente como eu, dure o mundo o tempo que durar. Deus não faz clones. Só o ser humano é capaz de tal aberração. Quem não sabe criar, copia, e copia mal!

Quando digo que Deus me criou, parece-me perfeitamente válido, necessário até, que eu coloque o meu ser de indivíduo criado por Deus, como o de um ser privilegiado. Ele podia, no concerto da criação, ter criado tudo o que lhe aprouvesse, menos eu. Se no meio de bilhões, bilhões e bilhões de criaturas Ele escolheu criar também a mim, é porque também tenho um significado no Seu projeto e na Sua obra.

Aqui, ao usar a palavra "eu", nós não estamos sendo egoístas e, neste caso, nem excludentes, nem exclusivistas. Toda vez que, agradecido, eu louvo a Deus pela chance que me deu de ser alguém, com a minha atitude estou entrando no concerto da criação e dizendo a Deus: "Muito obrigado, Tu que és aquele que é e deste-me a graça de ser quem sou. Mas assim como Tu és quem és para tudo e para todos, eu também quero ser alguém para os outros. O meu ser só existe em função do Teu ser e da Tua criação. O meu ser perde a importância se não for em função dos outros".
Todos esses sentimentos são lindos e maravilhosos de se ter e devemos mantê-los, porque, sem isso, jamais manteremos o nosso lugar aqui, agora, já, no concerto da criação. Oremos para entendermos isso.


Pe. Zezinho, scj
(www.padrezezinhoscj.com)
Leia a matéria completa aqui ►

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

As bem-aventuranças

Felizes são os pobres com espírito 

E aqueles que compartem com os pobres 
Os riscos e a esperança, 
Porque eles têm o reino em suas vidas! Contrariamente a toda propaganda 
De produtos que dão felicidade, 

Felizes os aflitos, 
Porque eles sentirão em suas cruzes 
A ternura de Deus que é pai e mãe! 
Felizes os que sabem vencer-se, 
Na conquista da mansidão diária: 
A terra será deles! 

Felizes são aqueles que são justos 
E buscam a justiça 
E a defendem e a forjam 
E sentem fome e sede 
Da justiça do reino: 
O reino saciará sua utopia! 

Felizes os que têm misericórdia 
E não deixam passar um sofrimento 
Sem achegar-se dele 
E nele derramar-se, no óleo e no vinho: Eles encontrarão misericórdia! 

Felizes os que trazem 
Um coração sincero 
E limpo seu olhar: 
Mesmo na noite escura 
Eles verão a Deus! 
Filhos do Deus da paz, 
Irmãos daquele que é a nossa paz, 

Felizes os que lutam em paz e pela paz, 
Os construtores 
Da estranha paz do reino: 
Deles é o shalom, o axé, a paz! 

Felizes sois todos os perseguidos
Por causa da justiça, 
Nas lutas pela terra do campo e da cidade, Nas lutas do trabalho, 
Nas lutas pela vida. 

Felizes vós, profetas, 
Malditos do sistema, 
Pichados pela ordem, 
Jogados no escanteio do templo e do pretório 

Felizes, alegrai-vos, o reino já é vosso! Felizes são os pobres, 
Os meus pobres, 
Os herdeiros do reino! 


Pedro Casaldáliga
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

A Palavra de Deus é a solução para sua vida


“Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo.” São Francisco de Assis

Por ser Palavra de Deus, a Bíblia nunca envelhece, nem caduca; ela fala-nos hoje como para além dos séculos. Cristo é o centro da Sagrada Escritura. O Antigo Testamento o anuncia em figuras e na esperança; o Novo Testamento o apresenta como modelo vivo.

Devemos compreender que a Bíblia é a Palavra de Deus escrita para os homens e pelos homens; logo, ela apresenta duas faces: a divina e a humana. Logo, para poder interpretá-la bem é necessário o reconhecimento da sua face humana, para depois, compreender a sua mensagem divina.

Nas Sagradas escrituras encontramos força e ensinamentos para diversas situações em nossas vidas.

Leia hoje, um CONSELHO de DEUS para você, QUE:

Está perdendo as esperanças: Rm 12, 12-16; Sl 125,6; Sl 55,5

O remorso o corrói: Fl 3,13 -14

Está passando por humilhações: Eclo 2, 2-4; 1Pd 5,5-6

Sente-se abatido pelos inimigos: Mt 5,38-39.44; 6,14

Precisa dar o perdão a alguém: Mt 18,21-22

Sente-se desanimado: Fl 4,13, Mac 3,18

Sente enfraquecida sua fé: Rm 1, 17, Hb 12,6

Sente-se fraco e abatido: 2Cor 12,9-10; Mc 9,23

Passa por um momento de dúvidas: Jo 11,40; Sl 16,3; 36,3-7

Está aflito: Mt 11,28-30

Passa por grande sofrimento: Lc 9,23; Rm 8,18

Permite que a raiva invada seu coração: Tg 1,19-20; Rm 12,14; Ef 4,26

Deixa-se dominar pelo medo: Lc 8,50; Rm 8,31; Sl 26,1

Sente-se sufocado pelas preocupações da vida: 1Pd 5,7; Mt 6,30-31

Luta contra a tentação: 1 Cor 10,13

Sente-se provado em sua fé: Tg 1, 12; 1Pd 4, 12; Eclo 2,5

Está triste: Fl 4,4; Eclo 30, 22-26

Tem um coração agradecido: 1Ts 5,16-18
Leia a matéria completa aqui ►

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O Amor de Deus



O amor de Deus é a maior força que existe. Ele é incomparável, ilimitado e pode quebrar qualquer barreira. Esse amor tem o poder de transformar qualquer situação, de mudar até o coração mais endurecido.
Foi o amor de Deus que originou o plano da salvação, e sem esse amor Jesus nunca teria morrido na cruz para nos resgatar do poder do pecado e da morte.
Sejamos gratos todos os dias e louvemos a Deus pelo Seu sublime amor!

Passagens e versículos bíblicos:

Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 8:38-39
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre! Salmos 136:1
Amados, não escrevo a vocês um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que vocês têm desde o princípio: a mensagem que ouviram. No entanto, o que escrevo é um mandamento novo, o qual é verdadeiro nele e em vocês, pois as trevas estão se dissipando e já brilha a verdadeira luz. 1 João 2:7-8

Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos. Efésios 2:4-5
Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. 1 João 5:3

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Romanos 5:8
Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20
Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros. 1 João 4:9-11
O Senhor, o seu Deus, está em seu meio, poderoso para salvar. Ele se regozijará em você; com o seu amor a renovará, ele se regozijará em você com brados de alegria". Sofonias 3:17
Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e misericordioso, muito paciente, rico em amor e em fidelidade. Salmos 86:15
Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. 1 João 3:1
Amo os que me amam, e quem me procura me encontra. Provérbios 8:17
O Senhor é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor. Salmos 103:8
o Senhor lhe apareceu no passado, dizendo: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atraí. Jeremias 31:3
Visto que você é precioso e honrado à minha vista, e porque eu o amo, darei homens em seu lugar, e nações em troca de sua vida. Isaías 43:4
Nós amamos porque ele nos amou primeiro. 1 João 4:19
O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Salmos 63:3
Estende o teu amor aos que te conhecem; a tua justiça, aos que são retos de coração.
Salmos 36:10

Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. 1 João 4:7-8
Leia a matéria completa aqui ►

domingo, 27 de setembro de 2015

A Palavra de Deus em minha vida


A Palavra de Deus é um tesouro precioso que podemos encontrar nas nossas vidas. Quando nós baseamos a nossa existência na Bíblia, somos verdadeiramente felizes.

Deus se revela a nós através da Sua Palavra. Com a ajuda da Bíblia, podemos diferenciar o certo do errado, e aprender a viver de maneira que agrada a Deus.

Você está valorizando e aplicando a Palavra de Deus na sua vida?
Palavras de Deus na Bíblia:

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.2 Timóteo 3:16-17

A tua palavra é lâmpada
que ilumina os meus passos
e luz que clareia o meu caminho.Salmos 119:105

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração.Hebreus 4:12

Jesus respondeu: "Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus'".Mateus 4:4

Guardei no coração a tua palavra
para não pecar contra ti.Salmos 119:11
Leia a matéria completa aqui ►