Compartilhe com seus amigos.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Romaria Catequética a Juazeiro do Pe. Cícero

27 de Setembro de 2009
Juazeiro do Norte está em estado de Graça.
O Regional Nordeste 1 da CNBB (Ceará) realizou a 2ª Romaria dos Catequistas, desta vez para a terra do Padre Cícero do Juazeiro.
A Chegada foi no convento dos Franciscanos com previsão para as 5:30h.
A Diocese de Sobral ficou dividida devido o tamanho da mesma e a distância das Paróquias. A paróquia de Santana chegou 3h.
A Nossa Paróquia chegou 4:30h. As 6:30h foi servido o café. As outras Paróquias e a sede da Diocese chegou as 7h.
Os animadores desde 6h até a hora da celebração fizeram de uma maneira magnífica a acolhida de acordo com a chegada das Dioceses. O café foi servido nas tendas preparadas com bandeiras das cores de cada diocese.
Os catequistas tomavam o café e depois ficavam passeando pelas galerias suspensas nos muros do convento. 7 horas da manhã e o sol já brilhava intensamente fazendo também a sua acolhida aos catequistas.

A estrutura do Convento Franciscano foi um local ideal para uma celebração deste porte, pela sua beleza e pela sua comodidade.
A celebração foi presidida por Dom Eugênio Rixen, Presidente da Comissão Episcopal para Animação Bíblico-Catequética da CNBB e co-celebrada por diversos padres, dentre eles os coordenadores de catequese da Diocese de Sobral Padre Marcos e Padre Mailson.

Estiveram em Juazeiro as dioceses de Iguatu, Crato, Fortaleza, Quixadá, Limoeiro do Norte, Tianguá, Sobral, Itapipoca e Crateús. A liturgia ficou a cargo de quase todas as dioceses. As preces ficaram por conta da Dioceses de Sobral.
Após a celebração Eucarística foi distribuída água para os catequistas e todos começaram a sair do convento para a procissão dos romeiros catequistas para a Basílica menor da Mãe das Dores.
Os catequistas se agrupavam por cores de diocese, formando um colorido deslumbrante. Até os próprios moradores de Juazeiro que já viram tanta coisa bonita nesta cidade de romarias, ficavam extasiados ao ver a procissão passar.
O sol era escaldante e nem todos estavam de chapéu, mas isso não tirava a alegria e a vontade de louvar a Deus. Com músicas cristãs e músicas marianas sendo animadas por um trio elétrico à frente, os catequistas cantavam, dançavam e louvavam sem parar.
A Diocese de Sobral estava como que uma torcida organizada vibrando em alegria e êxtase fazendo deste dia um momento inesquecível para quem participou, para quem viu e para quem vai ver estas imagens.

Ao chegar à Basílica menor de Mãe das Dores todos entraram para momento orante e devocionário, onde o prefeito de Juazeiro Manoel Santana entregou o chamado kit Juazeiro aos coordenadores de catequese de cada uma das nove dioceses do Ceará, em especial ao bispo Eugênio Rixen. O kit contém uma maleta de fabricação artesanal em palha com uma mini biografia e livros sobre Padre Cícero, folder de Juazeiro, botom com imagem do sacerdote, fitas, os jornais "O Centenário" e o "Rebate" e outras lembranças.
Após a celebração e o momento orante, os catequistas saíram em procissão para o Memorial Padre Cícero, onde são guardados os seus pertences, como roupas, botas, chapeús, bengala, fotografias.
Em seguida os catequistas dirigiram-se a Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro onde fizeram a visita e depois se dirigiram para a Praça padre Cícero para o almoço.
Os catequistas da Paróquia São Sebastião de Ipu, não perdendo a tradição dos romeiros-missionários, levaram nas suas sacolas as suas farofas e frutas e fizeram a sua refeição sentados no chão santo da terra do Padre Cícero.


Após o almoço e alguns minutos de descanso os catequistas pegaram os seus carros e subiram para o Horto para fazer a visita à estátua, tirar fotos, pagar promessas e visitar o casarão do Padre Cícero.


No casarão é deslumbrante ver as estátuas representando cenas do cotidiano que a foi a vida do Padre Cícero. Nesta foto Padre Cícero diante da imagem de São Sebastião, na qual é o nosso padroeiro.
Às 14h os catequistas se dirigiram para a Igreja do Horto, que está em construção. É mais uma obra monumental que dá a idéia de uma jangada com capacidade para 5 mil pessoas em pé. Houve algumas palestras sobre a Igreja em construção, Padre Cícero e a Mística da Romaria e o Ano catequético. Bonitas, também, foram as apresentações culturais de música, teatro e dança. Encerrados os trabalhos voltamos felizes e revigorados para missão.

Para ver mais fotos da Romaria Catequética visite nosso site: