Compartilhe com seus amigos.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Paróquia: Diálogo, como base de Evangelização.

Querido Padre Raimundo Nonato, grande irmão no sacerdócio, que me acolhe todos os anos quando eu venho passar as minhas férias. Hoje não seria diferente, como todos os dias, nas novenas de todos os anos, a gente se sentir em casa acolhido como filho, filho que volta para rever os seus.
Jesus ao receber o comunicado, numa linguagem bem simples, uma “fofoquinha”, que havia feito algo que poderia ser muito importante se fosse pensado somente pelo lado da ação humana, mas que pelo de Deus não foi nenhum ato que merecesse elogio da parte de Jesus.
Viver livres das intrigas com os conselhos de Paulo é procurar fazer o bem sem olhar a quem. Até mesmo os últimos versículos que lembram a Sagrada Escrita, onde Deus fala que devemos fazer o bem a quem ainda não sabe fazê-lo para que assim se envergonhe e aprenda também, tome coragem para fazê-lo.
É o conselho que nós recebemos pelas sagradas Escrituras no mandamento de Jesus que nos ensina, simplesmente, a viver uma forma de comunicar o seu amor, uma forma de evangelizar. Com o diálogo, que deve ser o diálogo do amor, nós evangelizaremos sem contestar postura ou qualquer que seja a forma de alguém que está também se colocando à disposição para o serviço do Reino.
Não há quem goste de fazer algo por obrigação, à força, por ninguém. Jesus, quando chamou os seus discípulos, chamou-os livremente, um por um, e dava a entender do que se tratava aquele chamado. Jesus nunca enganou e nunca nos enganará.
Então, que nós possamos continuar participando da vida ministerial da nossa Igreja, procurando, pelo exemplo de Paulo, saber que membro eu quero ser, qual a função que eu já posso exercer ou qual a função com a qual eu me identifico. Eu preciso da ajuda de alguém para me tornar íntegro na vida da comunidade viva.
Para nos tornarmos evangelizadores é preciso que tenhamos os mesmos sentimentos de Cristo que Paulo sentiu e viveu na sua vida. E a partir desta festa, esse convite que é feito para a missão, possa despertar no coração o desejo de comunicar, de avisar, de anunciar esta Palavra que liberta. Jesus se sente feliz quando um de seus discípulos volta para ele para dar boas notícias.
Que o senhor nos ajude, e nos fortaleça sempre pela sua palavra e pelo pão da Eucaristia, a percebemos o valor que temos diante dEle, e que possamos nos sentir cada vez mais engajados como membros da nossa comunidade, que deva ser sempre uma comunidade viva e comunique pelo diálogo, o amor de Deus, anunciando a sua palavra em forma de Evangelização. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Leia a homilia completa no nosso site.