Compartilhe com seus amigos.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Catequista, formador de discípulos para hoje.

Em 2010, a catequese da Paróquia de Ipu quer trabalhar em estilo catecumenal, em consonância com o documento de Aparecida. Queremos ser catequistas formadores de discípulos missionários. A tarefa não é fácil. Para que isso aconteça precisamos obedecer o mestre Jesus e sair mundo afora, fazendo com que todos os povos se tornem seus discípulos como está em Mt 28, 19-20.
É evidente que este mundo afora começa na porta de nossas casas. O nosso trabalho missionário tem início com nossos vizinhos e parentes. Enquanto na nossa comunidade, no nosso bairro existir pessoas necessitando de evangelização, de catequese, o nosso trabalho estará incompleto.
Para ser catequista hoje, precisa haver um discernimento muito grande. Precisamos ser verdadeiramente um discípulo que quer seguir seu mestre. O nosso sim ao projeto de Jesus precisa ser convicto.
A nossa vida precisa ser um testemunho do Evangelho, em um processo de renovação constante em que a encarnação, missão, cruz e ressurreição de Jesus têm que ser atualizado, animado e inspirado pelo Espírito Santo, mas não esquecendo o contexto em que vive.
Seguir Jesus é ter uma relação de amor e obediência a Deus Pai, por intermédio de Jesus Cristo nosso salvador, com a certeza de que nossa força vem do alto, do Espírito Santo. A nossa missão é revelar o rosto de Jesus.