Compartilhe com seus amigos.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Síntese dos boletins 4 e 5 da 48ª Assembléia Geral da CNBB


No dia 7 de maio, à noite, aconteceu a tradicional celebração ecumênica com representantes de diversas Igrejas Cristãs. Na foto acima o Pároco de Ipu e Administrador da Diocese de Sobral. A cerimônia foi presidida pelo arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da CNBB, dom José Alberto Moura e coordenada pelo padre Elias Wolff, assessor da CNBB nesta comissão.

A homilia foi feita pelo presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastor sinodal Carlos Möller, que destacou o ecumenismo da atual Campanha da Fraternidade e a união entre as Igrejas.

Contente com o novo momento de formação dos padres no Brasil, o bispo de Santarém (PA), dom Esmeraldo Barreto de Farias, afirmou que a Igreja Católica no país “começa a formar padres missionários” a partir das novas Diretrizes para a Formação Presbiteral para a Igreja no Brasil, documento que substitui seu antecessor, que vigorou entre os anos de 1995 e 2009. “Nosso

novo documento se preocupa com a vida das pessoas da atualidade, com o padre de hoje e com a missionariedade. Foi por isso que recebemos tantos elogios ao novo documento, da Congregação para a Educação Católica, em Roma”, comemorou.

Dom Esmeraldo deu um exemplo do aprofundamento do novo Documento para a formação presbiteral. “Ele (o padre) não vai para lá na comunidade para viver sozinho, mas para conviver, partilhar na formação dos conselhos comunitários e pastorais das comunidades”, disse.

Os bispos que participam da 48ª Assembléia Geral da CNBB fizeram uma pausa nos trabalhos neste domingo, 9, e se recolheram para oração, no Santuário dom Bosco. As mães de todo o Brasil receberam neste domingo, 9, Dia das Mães, uma homenagem dos mais de 300 bispos que participam da 48ª Assembléia Geral da CNBB, em Brasília (DF). No Santuário Dom Bosco, às 11h, os religiosos rezaram uma missa para todas as mães. A celebração foi presidida pelo arcebispo de Londrina (PR), dom Orlando Brandes, que é também presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB.

Dom Orlando enalteceu a missão das mães por quem a Igreja tem “muito carinho”. “Quanto carinho da Igreja pela família, que é reflexo da Santíssima Trindade”, disse o arcebispo.

Fonte: Central de Notícias CNBB
E para você celebrar o mês de Maio Dia 9: "Maria, imagem acabada e fidelíssima do seguimento de Cristo.