Compartilhe com seus amigos.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Festa de São Vicente - Ação de Graças por Pe. Nonato

30 de julho de 2010, 7h da noite, Novena e Missa da festa de São Vicente de Paulo, na Capela de São Vicente e Santa Luisa no Alto da Boa Vista. A festa de São Vicente começou ontem, dia 29, com a 1ª novena. Na Santa missa, quem animou a liturgia foi a comunidade Unidos em Cristo e os convidados foram o MESC (Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão) e a SSVP (Sociedade São Vicente de Paulo). Hoje a liturgia estava a cargo da Comunidade Nossa Senhora das Graças e São Vicente de Paulo, porém foram mudados os animadores da liturgia devido a celebração em ação de graças pelo dom da vida do Padre Nonato. Os convidados de hoje foram: grupo de Escoteiros Águias do Ipuçaba e Voluntárias da Caridade.

Nos comentários a comunidade agradece a Deus por nos conceder um pastor tão dedicado e hoje celebrarmos juntos mais um ano de sua vida como dádiva divina para todos nós. O dia todo foi de festa e até depois da celebração muitos ainda fizeram suas homenagens e doaram seus presentes, entre eles, um pergaminho com o nome das pastorais que fizeram a doação dos R$ 2.580,60.

Cada noite a novena tem um tema específico. O tema de hoje foi “A Paróquia é uma comunidade de comunidades vivas”.

Em sua homilia, Pe. Nonato lembrou o que caracteriza uma paróquia é a comunidade. A paróquia é um conjunto de comunidades. Estas comunidades têm que ser comunidades vivas. Dizer que pertence a uma comunidade e esta comunidade está às portas da morte ou do túmulo (faltam agentes ou não fazem nada pela paróquia), é o mesmo que não pertencer a comunidade alguma. Portanto, paróquia missionária quer dizer ter corpo, legalizado e digno de um determinado lugar, que pertence a uma comunidade e esta comunidade é extremamente ativa. Aí se pode falar em paróquia missionária, porque os membros que dela participam são pessoa engajadas, atuantes.

Comunidade não quer dizer somente uma determinada Capela. Uma capela tem varias comunidades. Por exemplo, a Capela de São Vicente: tem comunidades? Sim. A comunidade São Vicente de Paulo, o Grupo Verbo de Deus, Juventude Marial Vicentina. Podemos observar ainda as pastorais que tem pessoas engajados: os ministros, o apostolado, grupos jovem, catequese infantil, juvenil, adulta, preparação para o batismo, matrimônio. Tudo isto tem que ter um espírito de unidade. E quando se tem um espírito de unidade, se está vivendo a comunidade. Agora, se a gente olhar toda a Paróquia de São Sebastião de Ipu, com quase 30 pastorais, se todos esses grupos tiverem o dinamismo de estarem vivos e atuantes, a Paróquia, por natureza, será extremamente missionária, ninguém ficará de fora. Veja que grupo você pertence e analise: esse grupo é atuante? Está vivo? Se estiver, você estará dando uma grande contribuição para a paróquia. Não basta ter um território, ter um padre, para dizer que é paróquia. É preciso que tenham comunidades vivas. Se formos olhar direitinho, são muitas as comunidades: grupos de famílias, círculos bíblicos, etc. É muito importante sabermos a quem nós pertencemos. Celebrar agora a festa de um padroeiro, hoje, São Vicente, estamos celebrando a nossa vivência evangélica, estamos celebrando a nossa própria pastoral, estamos celebrando a nossa vida.

Celebrar a festa de um padroeiro é celebrarmos nós mesmos, lembrando da vivacidade de um determinado santo, hoje, celebrando São Vicente, homem extremamente preocupado com a formação do clero, dedicado à caridade pastoral, principalmente com as crianças, doentes, idosos, numa região de guerras e abandono público. E ele fez só? Claro que não. Tinha apoio da sociedade, Damas da Caridade, em que Santa Luisa de Marilac foi a grande colaboradora de São Vicente. Pois bem, é isto que estamos celebrando: a Vida de nossa Comunidade. Logo após a Missa aconteceu uma linda quadrilha apresentada pela Juventude Marial Vicentina. Amanhã, às 8h da manhã, acontecerá um bazar e após a novena, à noite, o tradicional leilão. Domingo, o encerramento dos festejos. As novenas sempre começam às 19h. A comunidade local está fazendo uma campanha de aquisição de banquinhos e cadeiras para a Capela. Já foram doados mais de 50 banquinhos. Você também pode doar o seu. Participe!