Compartilhe com seus amigos.

domingo, 21 de novembro de 2010

Festa de Cristo rei


Hoje celebramos a festa de Cristo Rei, encerrando o longo caminho iniciado no Advento do ano passado. Na próxima semana começaremos um novo ano, um novo caminho, uma nova oportunidade de mergulharmos no mistério de Cristo.

A festa de Cristo Rei nos leva a meditar profundamente no sonho de Jesus de Nazaré, o Reino de Deus. Não só o sonho de Jesus, o Filho de Deus, mas também de seu Pai. Deus sempre quis um mundo em que reinasse a justiça o amor e a paz, a verdade e a vida, a santidade e a graça. Por causa de seu amor infinito pela humanidade, Deus deu ao homem o livre arbítrio. A liberdade fez do homem escravo de seu próprio egoísmo, afastando-o da Graça santificante e conduzindo-o ao reino do pecado.

O Filho é enviado pelo Pai para instaurar o Seu Reino: “Cumpriu-se o tempo, o Reino de Deus está próximo” Lc 21, 31. “O Reino de Deus está dentro de vós” Lc 17, 21. Ele já está presente entre nós, mas ainda não se completou. É o que a teologia chama de escatologia: “já” e “ainda não”. Seus sinais já são visíveis. Ele já acontece nas pessoas, na prática do amor e da santidade, sobretudo pelo amor e serviço aos pobres e aos excluídos.

A celebração de Cristo Rei é a festa do leigo. Nesta festa celebramos o encerramento de um período da construção do Reino ( o que já construímos no ano que passou) e começamos outra etapa (o que ainda não realizamos com a graça de Deus, o que continua esperando por nós). Esta festa é a grande celebração da esperança, feita das esperanças do dia a dia. Esperança que nos vem da certeza de nossa Ressurreição e da transformação do mundo em que vivemos: “Eis que eu faço novas todas as coisas” Ap 21, 5.
Agora podemos dizer com muita convicção: “Podes Reinar, Senhor Jesus oh sim, o teu poder teu povo sentirá. Que bom Senhor Saber que estás presente aqui, Reina Senhor neste lugar” Na próxima semana começaremos uma nova etapa.

Leia o artigo completo.