Compartilhe com seus amigos.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Símbolos de Natal

Estamos iniciando mais um ano litúrgico. O Ano Litúrgico é o tempo que marca as datas dos acontecimentos da História da Salvação. Não é como o ano civil, que começa em 1º de Janeiro e termina em 31 de dezembro, mas começa no 1º domingo do Advento (preparação para o Natal) e termina no último sábado do tempo comum, que é na véspera do 1º domingo do Advento. O ano litúrgico está dividido em grandes etapas chamada de ciclos.
O ciclo do Natal dá início ao ano litúrgico. Com o Ciclo do Natal começa também os gastos com enfeites, presentes, gastos desnecessários. Com este artigo queremos esclarecer algumas dúvidas em relação aos símbolos do Natal.
O termo símbolo, com origem no grego sýmbolon, designa um elemento representativo que está (realidade visível) em lugar de algo (realidade invisível) que tanto pode ser um objecto como um conceito ou idéia, determinada quantidade ou qualidade. O "símbolo" é um elemento essencial no processo de comunicação, encontrando-se difundido pelo quotidiano e pelas mais variadas vertentes do saber humano. Embora existam símbolos que são reconhecidos internacionalmente, outros só são compreendidos dentro de um determinado grupo ou contexto (religioso, cultural, etc.).Ele intensifica a relação com o transcendente.
Também pode ser uma palavra ou imagem que designa outro objeto ou qualidade por ter com estes uma relação de semelhança.O homem não vive sem sinais e símbolos. Seu pensar, seu conhecer, seu expressar o real e o espiritual é realizado através de símbolos. Ele transforma tudo em símbolos para ser entendido pelos outros. Assim a língua falada e escrita e as artes nas suas diversas expressões (pintura, escultura, música, dança ...) são os símbolos mais comuns.
O homem se expressa simbolicamente também através da fé e da cultura, e o natal é uma expressão de fé e de cultura do povo cristão
Conheça melhor a grandeza dos significados dos símbolos do Natal: