Compartilhe com seus amigos.

domingo, 13 de outubro de 2013

Segunda edição da XI Semana Catequética em Ipu

Desde o começo do mundo que Deus se comunica com o ser humano, e este por sua vez, responde com a sua fé. Deus se revela pela a Ação criadora, a Palavra que gera vida e comunica o amor pessoal pelo homem. O homem por sua vez responde com uma escuta atenta a comunicação de Deus, e assim a palavra ouvida é assimilada pela fé, numa entrega de todo o seu ser, como o fizeram diversas figuras bíblicas, Abraão, Isaac, Jacó, Moisés etc.
Esta comunicação de Deus é essencialmente interpessoal e apaixonada, pois se dá em uma troca de relacionamentos, é manifestação de Alguém a alguém. Nesta relação amorosa entre Deus e o homem, o não ouvir ou, o não responder aos apelos do Senhor, o endurecer o coração é um pecado grave com ressonância na ação evangelizadora da Igreja, pois se pode subentender que isto acontece devido uma catequese fragmentada.

A catequese é para a Igreja uma Ação Pastoral que não pode ficar omissa ao reino de Deus e aos sinais dos tempos. Ela deve ser compreendida como um elo entre a criatura e seu criador. É missão da catequese fazer ecoar a Palavra de Deus, e fazer o homem enxergar a realidade a partir da interioridade. Para que isso aconteça, a catequese precisa ser bem organizada, respeitando as exigências e os limites de cada destinatário. A principal tarefa da catequese é despertar a conversão dos catequisandos, levando-os a um amadurecimento da fé para uma transformação da vida. Para isso, a Bíblia meditada é de suma importância, pois ela ao ser comunicada deve levar aquele que escuta a uma experiência com o Cristo.
A catequese precisa ser uma verdadeira e autentica experiência com a Pessoa de Jesus Cristo. Cada catequista deve deixar A Palavra de Deus se manifestar em suas atitudes e palavras. Mas para isso, é preciso desenvolver, em nossas comunidades, um processo de iniciação à vida cristã que conduza a um encontro pessoal e prazeroso com O Cristo, ou seja, nos tornarmos uma Igreja, casa da Iniciação à vida cristã.
Preocupada com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2011-2015, a Paróquia do Ipu realizou a XI Semana Catequética com um estudo mais aprofundado do 5º capítulo do documento 97 para todos os catequistas da catequese infantil.  O tema foi:
Neste estudo procuraremos descobrir:
1 Os sujeitos e os agentes da Iniciação Cristã
2 O sujeito do processo de iniciação
3 Animadores da iniciação: ministérios e funções
4 A Família no processo da Iniciação à Vida Cristã
5 Os catequistas do catecumenato propriamente dito
Como houve uma ausência de 40% dos catequistas, Padre Raimundo Nonato, vai proporcionar mais uma oportunidade para estes catequistas colocarem sua formação dentro da Ação Evangelizadora da Igreja, a saber:
1) Igreja em estado permanente de missão (MISSÁO)
2)      Igreja: casa da Iniciação á vida cristã (PALAVRA/SACRAMENTOS)
3)      Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral (PALAVRA)
4)      Igreja: comunidade de comunidades (COMUNIDADE)
5) Igreja a serviço da vida plena para todos. (SÓCIO-TRANSFORMADORA)

Dando destaque a segunda e terceira urgência, ele oferece aos catequistas a oportunidade de aprender com Jesus os passos de um discipulado autêntico, catequisando-se para uma Iniciação a Vida cristã onde se faz necessário um retornar à comunidade, assumir a missão a partir do encontro pessoal com Ele (Jesus) na pessoa do pobre e na presença Real na Eucaristia, mantendo assim a sua identidade de Discípulo Missionário. Esta segunda oportunidade esta sendo colocada a disposição dos catequistas pelo valor que nosso Pároco dá a formação dos seus agentes pastorais para o trabalho evangelizador, principalmente dentro da catequese, já que a mesma deve ser a base da formação cristã.
Esta segunda edição da XI Semana catequética vai acontecer neste próximo final de semana, dias 19 e 20 de Outubro no Auditório do Patronato Sousa Carvalho.  O encontro terá início as 7 horas do sábado, encerando-se as 12 horas do domingo.

Queremos lembrar que a Caminhada de Jesus com os discípulos de Emaús é um modelo de INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ. Jesus é “A Palavra de Deus” – “O Verbo Encarnado” - a resposta para todos os problemas humanos. A Pedagogia Catequética de Jesus com os discípulos de Emaús é um modelo catequético a ser seguido pela catequese que deseja colher frutos para este desafio que a igreja nos apresenta.