Compartilhe com seus amigos.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Festa da Eucaristia no Centenário da Diocese de Sobral - Primeira Comunhão 2015 em Ipu


Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel (Sl 12,6).

Assim estamos vivendo os nossos dias. A Palavra de Deus nos orienta a dedicar um ano de louvor à santidade do seu Deus a cada cinquenta anos (Dt 15,12-15). No Evangelho, o Ano Jubilar encontra em Jesus Cristo a sua realização definitiva (Lc 4,18-19): Ele realiza “um ano de graça” com suas palavras, e, sobretudo, com as suas ações: vida, morte e ressurreição.

Este é o “Ano da Graça”. E são tantas as Graças que não sou digno de enumerá-las, porém não posso deixar de exultar o Nome do Senhor nosso Deus pelas maravilhas que ele fez entre nós. É tempo de alegria, de dar graças a Deus por esta etapa de evangelização, de caminhada, de anúncio, de conversão e de fortalecimento de nossa Fé. Tudo isto porque estamos celebrando o grande Jubileu de nossa Diocese.

Estão sendo 4 anos de preparativos e celebrações: Fomos conduzidos a reavivar o espírito missionário presente na espiritualidade mariana com um ano dedicado a Maria (Ano Mariano). Logo em seguida veio a experiência dos discípulos missionários que anunciavam o Reino a partir da pregação e do testemunho e ensino da fé como catequistas missionários (Ano Catequético). Como missionários, também fomos chamados a dar uma resposta como sinal de conversão e de adesão mais radical a serviço do reino através da vocação especifica, vivenciando o tempo vocacional (Ano Vocacional). E agora, como discípulos missionários no Senhor, somos convidados a perceber a riqueza que é para nós a Santa Eucaristia, pois como batizados somos chamados a ser comunhão entre nós e os irmãos. É a Eucaristia, que recebemos como alimento, que nos fortalece nesta caminhada (Ano Eucarístico). Todos estes elementos provêm de uma única fonte geradora que é a Palavra de Deus.

Nestes últimos anos nos preparamos para este jubileu escutando a Mãe Maria: “Façam tudo o que Ele vos disser. (Jo 2,5); e a Mãe Igreja: Urgências para a ação Evangelizadora 2. Igreja: casa de iniciação à vida Cristã (DGAE). Depois de muitos estudos direcionados ao processo de iniciação a vida cristã e conscientização dos adultos e seus catequistas, a catequese paroquial resolveu trabalhar de acordo com os critérios da Igreja no Brasil.

Em 2014 iniciamos a nossa primeira turma evidenciando o discipulado cristão e o amor pela Eucaristia a partir da celebração litúrgica com princípio e fim de nossa ação evangelizadora.

No dia 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, a Paróquia em Jubilo celebrou a Festa da Eucaristia, levando estas crianças ao encontro de Jesus, concretizando assim os 2 primeiros tempos do processo, de acordo com o RICA. Foi muitas bênçãos, muitas graças e muito louvor para Honra e Glória do Senhor. Foram 33 centros catequéticos de toda a paróquia com 147 catequistas trabalhando com o mesmo ideal, durante 3 anos ( Pré catequese 1 ano e catequese 2 anos).

Não foi fácil, principalmente a conscientização dos familiares que não compreendendo o valor e a necessidade de empenho de todos, acabaram se afastando e afastando seus filhos. Neste último ano recebemos 486 crianças para a última etapa do processo e conseguimos um total de 423 crianças comungando conosco pela primeira vez, em toda a Paróquia.

Nosso Pároco, Padre Raimundo Nonato convidou para esta grande festa o nosso Vigário paroquial, Padre Lucas e dois Padres filhos da terra, Padre Erlandino, Pároco de Pires Ferreira e Padre Gerson, Reitor do Seminário de Filosofia e Teologia de Sobral, em fortaleza.

Agradecemos a Deus esta oportunidade ímpar em nossas vidas. Eu Osorio Soares quero agradecer de maneira particular ao Padre Nonato pelo apoio e confiança em nosso trabalho e aos meus amados irmãos catequistas.
Leia a matéria completa aqui ►

sábado, 28 de novembro de 2015

Estrela-de-Natal

Das flores que perderam o status de “rainha dos jardins” graças aos modismos e à volatilidade do que é chamado de chique, uma das que vez por outra ainda encontra refúgio em algum vaso solidário é o chamado lírio-sangu-salmão (Scadoxus multiflorus), que também ostenta os nomes populares de estrela-de-Natal e coroa-imperial. Uma das prováveis causas do seu ocaso é a sua toxicidade; a flor produz um potente alcaloide que é venenoso, tanto que em alguns rincões da África natal do lírio-sangu-salmão ele é usado como veneno e panaceia para feridas mal curadas.
O lírio-sangu-salmão nasce de um bulbo que dá origem a folhas verde-claras e lanceloadas com pequenas ondas nas bordas. No centro das folhas cresce um falso caule de consistência suculenta onde floresce um espetacular conjunto de finos cones que formam a flor um semi-círculo vermelho-alaranjado. O diâmetro pode chegar a 25 centímetros e sua altura, cerca de 90 centímetros.

Graças às suas flores leves e lindas, o lírio-sangu salmão presta-se tanto para cultivo em vasos quanto em maciços, renques e bordaduras – se houver muitas crianças e animais domésticos no local, o plantio em quintais e jardins é desaconselhável por sua supracitada toxidez. O lírio-sangu-salmão floresce tradicionalmente entre o final do Verão e o final do Outono e as flores tem boa durabilidade (duas a três semanas em média). O solo precisa ser leve, fofo até, para o perfeito crescimento das raízes, rico em matéria orgânica e de boa drenagem. Gosta muito de água mas não de encharcamento. É uma flor de meia-sombra e de clima ameno, não tolerante a geadas. Multiplica-se por sementes e brotos e o bulbo entra em período de dormência no Inverno.

Eis a maravilha. Para cultivá-la, precisamos ficar atentos, pois ela desaparece durante o ano, ficando viva apenas suas raízes que é em forma de batata. Nesta época ela surge majestosa para anunciar o “Nascimento do Menino Jesus”. Por isso o nome de Estrela de Natal. Vejam, esta está brotando agora, primeira semana do advento. Prometo colocar aqui, semanalmente o desenvolver desta planta linda que vem anunciar o Natal.
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Eterno querigma

O povo oprimido clamou... esperou... confiou.
O Deus da Vida acolheu e escutou.
A promessa de outrora se fez realização.
O sonho de Deus se fez salvação, libertação.

Na história humana, Deus se encarnou.
Novo horizonte se abriu: novo sol despontou.
Os sinais do Reino Jesus nos mostrou.
Com a vida e a palavra, anunciou e proclamou.

Os pequenos e pobres acolheu.
Dos excluídos e sofredores se compadeceu.
Com ternura, amou, perdoou, libertou.
Com vigor, despertou, alertou, denunciou.

Apontou novos rumos, caminhos novos.
Revelou o rosto do Pai a todos os povos.
Chamou apóstolos, discípulos, seguidores.
Jogou por terra o poder dos opressores.

Pela Verdade, assumiu e abraçou a cruz.
Ressuscitado, transforma as trevas em radiante luz.
Entra definitivamente no centro de nossa história.
Convoca a humanidade para celebrar a vitória.

E o povo de Deus continua caminhando,
esperando...confiando.
E ele vai fazendo de seu projeto
um eterno Querigma.


Carlos Jorge Teixeira
Leia a matéria completa aqui ►

domingo, 11 de outubro de 2015

Eu fiz você criança

E disse Deus à humanidade:
Olhe, eu fiz você criança
para que sempre possa abrir uns olhos novos
e rir diante da morte ou se voltar a mim,
alvoroçada de medo ou de esperança,
e sentir-me Papai, Mamãe, Ternura.

Eu fiz você criança para que brinque sempre
com todo esse brinquedo do universo infinito.
Sem quebrá-lo, porém, e sem se machucar,
minha pequena!
Sempre brincando juntos os irmãos e as irmãs,
iguais no jogo!
Agora começamos mais um novo milênio,
para você brincar...


Não vá crescer demais.
Não vá querer soltar-se de minha mão, pequena!
Não vá fazer da vida um banco,
um mercado, um navio de guerra!
Venha, me olhe, bem no face a face:
Não está vendo meus olhos em seus olhos?

Cada dia amanheço neste breve horizonte de seus dias, pequena.
Cada noite aconchego sua lua espantada.
Sempre estou acolhendo seus tropeços,
seus sonhos, seu amor, sua vida,
que é minha, pequena!


Pedro Casaldáliga
Retirado do livro: 'Mensagens para o ano todo, vol.2', Paulinas Editora.
Leia a matéria completa aqui ►

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Criado por Deus


Deus não fabrica lixo, logo, ao me criar, criou um ser importante, que não existia antes e não será nunca mais repetido. Não haverá nunca outra pessoa exatamente como eu, dure o mundo o tempo que durar. Deus não faz clones. Só o ser humano é capaz de tal aberração. Quem não sabe criar, copia, e copia mal!

Quando digo que Deus me criou, parece-me perfeitamente válido, necessário até, que eu coloque o meu ser de indivíduo criado por Deus, como o de um ser privilegiado. Ele podia, no concerto da criação, ter criado tudo o que lhe aprouvesse, menos eu. Se no meio de bilhões, bilhões e bilhões de criaturas Ele escolheu criar também a mim, é porque também tenho um significado no Seu projeto e na Sua obra.

Aqui, ao usar a palavra "eu", nós não estamos sendo egoístas e, neste caso, nem excludentes, nem exclusivistas. Toda vez que, agradecido, eu louvo a Deus pela chance que me deu de ser alguém, com a minha atitude estou entrando no concerto da criação e dizendo a Deus: "Muito obrigado, Tu que és aquele que é e deste-me a graça de ser quem sou. Mas assim como Tu és quem és para tudo e para todos, eu também quero ser alguém para os outros. O meu ser só existe em função do Teu ser e da Tua criação. O meu ser perde a importância se não for em função dos outros".
Todos esses sentimentos são lindos e maravilhosos de se ter e devemos mantê-los, porque, sem isso, jamais manteremos o nosso lugar aqui, agora, já, no concerto da criação. Oremos para entendermos isso.


Pe. Zezinho, scj
(www.padrezezinhoscj.com)
Leia a matéria completa aqui ►

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

As bem-aventuranças

Felizes são os pobres com espírito 

E aqueles que compartem com os pobres 
Os riscos e a esperança, 
Porque eles têm o reino em suas vidas! Contrariamente a toda propaganda 
De produtos que dão felicidade, 

Felizes os aflitos, 
Porque eles sentirão em suas cruzes 
A ternura de Deus que é pai e mãe! 
Felizes os que sabem vencer-se, 
Na conquista da mansidão diária: 
A terra será deles! 

Felizes são aqueles que são justos 
E buscam a justiça 
E a defendem e a forjam 
E sentem fome e sede 
Da justiça do reino: 
O reino saciará sua utopia! 

Felizes os que têm misericórdia 
E não deixam passar um sofrimento 
Sem achegar-se dele 
E nele derramar-se, no óleo e no vinho: Eles encontrarão misericórdia! 

Felizes os que trazem 
Um coração sincero 
E limpo seu olhar: 
Mesmo na noite escura 
Eles verão a Deus! 
Filhos do Deus da paz, 
Irmãos daquele que é a nossa paz, 

Felizes os que lutam em paz e pela paz, 
Os construtores 
Da estranha paz do reino: 
Deles é o shalom, o axé, a paz! 

Felizes sois todos os perseguidos
Por causa da justiça, 
Nas lutas pela terra do campo e da cidade, Nas lutas do trabalho, 
Nas lutas pela vida. 

Felizes vós, profetas, 
Malditos do sistema, 
Pichados pela ordem, 
Jogados no escanteio do templo e do pretório 

Felizes, alegrai-vos, o reino já é vosso! Felizes são os pobres, 
Os meus pobres, 
Os herdeiros do reino! 


Pedro Casaldáliga
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

A Palavra de Deus é a solução para sua vida


“Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo.” São Francisco de Assis

Por ser Palavra de Deus, a Bíblia nunca envelhece, nem caduca; ela fala-nos hoje como para além dos séculos. Cristo é o centro da Sagrada Escritura. O Antigo Testamento o anuncia em figuras e na esperança; o Novo Testamento o apresenta como modelo vivo.

Devemos compreender que a Bíblia é a Palavra de Deus escrita para os homens e pelos homens; logo, ela apresenta duas faces: a divina e a humana. Logo, para poder interpretá-la bem é necessário o reconhecimento da sua face humana, para depois, compreender a sua mensagem divina.

Nas Sagradas escrituras encontramos força e ensinamentos para diversas situações em nossas vidas.

Leia hoje, um CONSELHO de DEUS para você, QUE:

Está perdendo as esperanças: Rm 12, 12-16; Sl 125,6; Sl 55,5

O remorso o corrói: Fl 3,13 -14

Está passando por humilhações: Eclo 2, 2-4; 1Pd 5,5-6

Sente-se abatido pelos inimigos: Mt 5,38-39.44; 6,14

Precisa dar o perdão a alguém: Mt 18,21-22

Sente-se desanimado: Fl 4,13, Mac 3,18

Sente enfraquecida sua fé: Rm 1, 17, Hb 12,6

Sente-se fraco e abatido: 2Cor 12,9-10; Mc 9,23

Passa por um momento de dúvidas: Jo 11,40; Sl 16,3; 36,3-7

Está aflito: Mt 11,28-30

Passa por grande sofrimento: Lc 9,23; Rm 8,18

Permite que a raiva invada seu coração: Tg 1,19-20; Rm 12,14; Ef 4,26

Deixa-se dominar pelo medo: Lc 8,50; Rm 8,31; Sl 26,1

Sente-se sufocado pelas preocupações da vida: 1Pd 5,7; Mt 6,30-31

Luta contra a tentação: 1 Cor 10,13

Sente-se provado em sua fé: Tg 1, 12; 1Pd 4, 12; Eclo 2,5

Está triste: Fl 4,4; Eclo 30, 22-26

Tem um coração agradecido: 1Ts 5,16-18
Leia a matéria completa aqui ►

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O Amor de Deus



O amor de Deus é a maior força que existe. Ele é incomparável, ilimitado e pode quebrar qualquer barreira. Esse amor tem o poder de transformar qualquer situação, de mudar até o coração mais endurecido.
Foi o amor de Deus que originou o plano da salvação, e sem esse amor Jesus nunca teria morrido na cruz para nos resgatar do poder do pecado e da morte.
Sejamos gratos todos os dias e louvemos a Deus pelo Seu sublime amor!

Passagens e versículos bíblicos:

Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 8:38-39
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre! Salmos 136:1
Amados, não escrevo a vocês um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que vocês têm desde o princípio: a mensagem que ouviram. No entanto, o que escrevo é um mandamento novo, o qual é verdadeiro nele e em vocês, pois as trevas estão se dissipando e já brilha a verdadeira luz. 1 João 2:7-8

Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos. Efésios 2:4-5
Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. 1 João 5:3

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Romanos 5:8
Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20
Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros. 1 João 4:9-11
O Senhor, o seu Deus, está em seu meio, poderoso para salvar. Ele se regozijará em você; com o seu amor a renovará, ele se regozijará em você com brados de alegria". Sofonias 3:17
Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e misericordioso, muito paciente, rico em amor e em fidelidade. Salmos 86:15
Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. 1 João 3:1
Amo os que me amam, e quem me procura me encontra. Provérbios 8:17
O Senhor é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor. Salmos 103:8
o Senhor lhe apareceu no passado, dizendo: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atraí. Jeremias 31:3
Visto que você é precioso e honrado à minha vista, e porque eu o amo, darei homens em seu lugar, e nações em troca de sua vida. Isaías 43:4
Nós amamos porque ele nos amou primeiro. 1 João 4:19
O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Salmos 63:3
Estende o teu amor aos que te conhecem; a tua justiça, aos que são retos de coração.
Salmos 36:10

Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. 1 João 4:7-8
Leia a matéria completa aqui ►

domingo, 27 de setembro de 2015

A Palavra de Deus em minha vida


A Palavra de Deus é um tesouro precioso que podemos encontrar nas nossas vidas. Quando nós baseamos a nossa existência na Bíblia, somos verdadeiramente felizes.

Deus se revela a nós através da Sua Palavra. Com a ajuda da Bíblia, podemos diferenciar o certo do errado, e aprender a viver de maneira que agrada a Deus.

Você está valorizando e aplicando a Palavra de Deus na sua vida?
Palavras de Deus na Bíblia:

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.2 Timóteo 3:16-17

A tua palavra é lâmpada
que ilumina os meus passos
e luz que clareia o meu caminho.Salmos 119:105

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração.Hebreus 4:12

Jesus respondeu: "Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus'".Mateus 4:4

Guardei no coração a tua palavra
para não pecar contra ti.Salmos 119:11
Leia a matéria completa aqui ►

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Orientações bíblicas - Quando estiver ansioso e impaciente


Antes de Ler a Bíblia prepare o seu coração rezando.
Quando você estiver ansioso e impaciente, leia:
Salmos 13
Salmos 37,3-5
Mateus 6,25-34
Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Romanos 5:1-5
Filipenses 4,3-7
Tiago 5,7-11
I Pedro 5,6 e 7

Faça a entronização da Palavra de Deus em sua vida. Deixe Deus orientar os seus passos. Só Ele pode apontar o caminho certo a seguir.
Faça a entronização da Palavra de Deus em sua vida. Visite a nossa página deDinâmica. Deixe Deus orientar os seus passos. Só Ele pode apontar o caminho certo a seguir.
A oração nos aproxima do coração de Deus. Durante este mês reze todos os dias esta oração.
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Orientações bíblicas – Para descobrir o amor de Deus


Leia o Capítulo inteiro


·ROMANOS  (cap. 5)·
5 e a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

·ROMANOS  (cap. 8)·
39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

·II CORINTIOS  (cap. 13)·
13 A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.

·II TESSALONICENSES  (cap. 3)·
5 Ora, o Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus e na constância de Cristo.

·I JOÃO  (cap. 2)·
5 mas qualquer que guarda a sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos nele;

·I JOÃO  (cap. 3)·
17 Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitando, lhe fechar o seu coração, como permanece nele o amor de Deus?

·I JOÃO  (cap. 4)·
9 Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos.

·I JOÃO  (cap. 5)·
3 Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são penosos;

·JUDAS  (cap. 1)·

21 conservai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
Leia a matéria completa aqui ►

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Versículos Bíblicos - A Gratidão


Um coração grato deve ser uma realidade na vida de qualquer pessoa que se considera cristão.
Porque quem sabe que é salvo através do sacrifício de Jesus, sabe que não fez nada para ganhar essa recompensa, mas que recebeu através da graça de Deus. E saber isso deve fazer brotar gratidão em nós a cada manhã que se inicia.
Não merecíamos nada, mas através de Jesus temos tudo! Todos os dias são dias em que devemos dizer "Obrigado Deus, obrigado Jesus!" 
Obrigado por tudo. São tantas graças na vida da gente... não dá para enumerar, mas dá para sentir.

Passagens e versículos bíblicos:
Como é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; anunciar de manhã o teu amor leal e de noite a tua fidelidade, Salmos 92:1-2

porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. Romanos 1:21

Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus. 1 Tessalonicenses 5:18

Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça nenhuma de suas bênçãos! Salmos 103:2

Este é o dia em que o Senhor agiu; alegremo-nos e exultemos neste dia. Salmos 118:24

Tudo o que fizerem, seja em palavra seja em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai. Colossenses 3:17

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre! Salmos 136:1

não deixo de dar graças por vocês, mencionando-os em minhas orações. Efésios 1:16

Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração, visto que vocês foram chamados para viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. Colossenses 3:15

Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável, sejamos agradecidos e, assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor, Hebreus 12:28

Deem graças ao Senhor porque ele é bom; o seu amor dura para sempre. Salmos 107:1

Quem me oferece sua gratidão como sacrifício honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos". Salmos 50:23

dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Efésios 5:20

Aclamem o Senhor todos os habitantes da terra! Prestem culto ao Senhor com alegria; entrem na sua presença com cânticos alegres. Reconheçam que o Senhor é o nosso Deus. Ele nos fez e somos dele: somos o seu povo, e rebanho do seu pastoreio. Entrem por suas portas com ações de graças e em seus átrios com louvor; deem-lhe graças e bendigam o seu nome. Pois o Senhor é bom e o seu amor leal é eterno; a sua fidelidade permanece por todas as gerações. Salmos 100:1-5

Em tudo e em toda parte, excelentíssimo Félix, reconhecemos estes benefícios com profunda gratidão. Atos dos Apóstolos 24:3

Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome. Hebreus 13:15


Tu és o meu Deus; graças te darei! Ó meu Deus, eu te exaltarei! Deem graças ao Senhor, porque ele é bom; o seu amor dura para sempre. Salmos 118:28-29
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Versículos Bíblicos - A receita da Salvação

Novo Testamento

Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido".
Lucas 19:10

"Se alguém ouve as minhas palavras e não lhes obedece, eu não o julgo. Pois não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo. João 12:47

Então levou-os para fora e perguntou: "Senhores, que devo fazer para ser salvo?" Eles responderam: "Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa". Atos dos Apóstolos 16:30-31

Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Romanos 10:9

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8-9

Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior. 1 Timóteo 1:15

Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, se aproximam de Deus, pois vive sempre para interceder por eles.
Hebreus 7:25


Antigo Testamento

O Senhor é a minha força e a minha canção;
ele é a minha salvação!
Ele é o meu Deus, e eu o louvarei;
é o Deus de meu pai, e eu o exaltarei!
Êxodo 15:2

"Cantem ao Senhor, todas as terras!
Proclamem a sua salvação dia após dia!
1 Crônicas 16:23

"Agora, levanta-te, ó Senhor, ó Deus, e vem para o teu lugar de descanso,
tu e a arca do teu poder. Estejam os teus sacerdotes vestidos de salvação,
ó Senhor, ó Deus; que os teus santos se regozijem em tua bondade.
2 Crônicas 6:41

para que, junto às portas da cidade de Sião, eu cante louvores a ti e ali exulte em tua salvação.  Salmos 9:14

Eu, porém, confio em teu amor; o meu coração exulta em tua salvação.
Salmos 13:5

Ah, se de Sião viesse a salvação para Israel!
Quando o Senhor restaurar o seu povo, Jacó exultará! Israel se regozijará!
Salmos 14:7

O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor?
O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo?
Salmos 27:1

Empunha a lança e o machado de guerra contra os meus perseguidores.
Dize à minha alma: "Eu sou a sua salvação".
Salmos 35:3

Então a minha alma exultará no Senhor e se regozijará na sua salvação.
Salmos 35:9

Do Senhor vem a salvação dos justos; ele é a sua fortaleza na hora da adversidade. Salmos 37:39

Não oculto no coração a tua justiça; falo da tua fidelidade e da tua salvação.
Não escondo da grande assembleia a tua fidelidade e a tua verdade.
Salmos 40:10

Mas regozijem-se e alegrem-se em ti todos os que te buscam;
digam sempre aqueles que amam a tua salvação: "Grande é o Senhor!"
Salmos 40:16

Quem me oferece sua gratidão como sacrifício honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos".  Salmos 50:23

Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer. Salmos 51:12

Livra-me da culpa dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação!
E a minha língua aclamará a tua justiça.
Salmos 51:14

Ah, se de Sião viesse a salvação para Israel!
Quando Deus restaurar o seu povo, Jacó exultará! Israel se regozijará!
Salmos 53:6

Dos céus ele me envia a salvação, põe em fuga os que me perseguem de perto; Pausa Deus envia o seu amor e a sua fidelidade.
Salmos 57:3

A minha alma descansa somente em Deus; dele vem a minha salvação.
Salmos 62:1

A minha salvação e a minha honra de Deus dependem; ele é a minha rocha firme, o meu refúgio.
Salmos 62:7

para que sejam conhecidos na terra os teus caminhos, ó Deus, a tua salvação entre todas as nações. Salmos 67:2
Leia a matéria completa aqui ►

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Mensagem Bíblica - O Amor de Deus


O amor de Deus é a maior força que existe. Ele é incomparável, ilimitado e pode quebrar qualquer barreira. Esse amor tem o poder de transformar qualquer situação, de mudar até o coração mais endurecido.

Foi o amor de Deus que originou o plano da salvação, e sem esse amor Jesus nunca teria morrido na cruz para nos resgatar do poder do pecado e da morte.

Sejamos gratos todos os dias e louvemos a Deus pelo Seu sublime amor

Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.Romanos 8:38-39

"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.João 3:16

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom.
O seu amor dura para sempre!Salmos 136:1

Amados, não escrevo a vocês um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que vocês têm desde o princípio: a mensagem que ouviram. No entanto, o que escrevo é um mandamento novo, o qual é verdadeiro nele e em vocês, pois as trevas estão se dissipando e já brilha a verdadeira luz.1 João 2:7-8

Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos.Efésios 2:4-5
Leia a matéria completa aqui ►

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Orientações bíblicas - Para ser um bom amigo

Antes de Ler a Bíblia prepare o seu coração rezando.
Salmos 1
1 BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Ser você deseja ser um bom cristão e ter a presença de Deus em todos os momentos de sua vida, procure ser um bom amigo. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos. João 15, 13
Provérbios 17, 17
Lucas 10, 25 - 37
João 15, 11 - 17
Romanos 16, 1 - 2

Faça a entronização da Palavra de Deus em sua vida. Visite a nossa página de Dinâmica. Deixe Deus orientar os seus passos. Só Ele pode apontar o caminho certo a seguir.
A oração nos aproxima do coração de Deus. Durante este mês reze todos os dias esta oração.
Leia a matéria completa aqui ►

Orientações bíblicas - Para tomar decisões


Deus abençoe a sua família

Provérbios 3:5 e 6
Provérbios 16,3
I Coríntios 10,31
E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.
Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé. Gálatas 6:6-10
Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal pessoa que receberá coisa alguma do Senhor,
pois tem mente dividida e é instável em tudo o que faz. Tiago 1,5-8


Faça a entronização da Palavra de Deus em sua vida. Visite a nossa página deDinâmica. Deixe Deus orientar os seus passos. Só Ele pode apontar o caminho certo a seguir.
A oração nos aproxima do coração de Deus. Durante este mês reze todos os dias esta oração.
Leia a matéria completa aqui ►

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Você sabe porque setembro é o mês da Bíblia?

           
O conhecimento da Palavra de Deus é muito importante, mas não é suficiente para que uma pessoa se torne verdadeiramente cristã. O importante é assumir os valores que estão presentes nela, de modo que a Palavra de Deus se torne vida das pessoas, e assim elas testemunhem esses valores para todos e manifestem o amor de Deus para com seus filhos e filhas. Jesus nos faz uma grave advertência em Seu Evangelho: "Portanto, prestai atenção à maneira como vós ouvis!" Existem doutores na Palavra de Deus, mas que fazem da Palavra de Deus apenas objeto de conhecimento. É claro que o conhecimento da Palavra de Deus é importante, mas devemos ser doutores na sua vivência. Precisamos viver mais do que entender a Palavra de Deus

              Para nós católicos do Brasil, setembro é o mês dedicado à Bíblia,  desde 1971. Mas desde 1947, se comemora o Dia da Bíblia no ultimo domingo de setembro. O mês de setembro foi escolhido como mês da Bíblia porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu em 340 e faleceu em 420 dC).

               São Jerônimo foi um grande biblista e foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja. Hoje a Bíblia é o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e está em quase todas as casas, talvez nem fazemos ideia, mas a Bíblia é o livro mais vendido, distribuído e impresso em toda a história da humanidade.

                A Bíblia – Palavra de Deus – é o fruto da comunicação entre Deus que se revela e a pessoa que acolhe e responde à revelação. Por isso a Bíblia é formada por histórias de um povo, o Povo de Deus, que teve o dom de interpretar sua realidade à luz da presença de Deus e compreender que a vida é um projeto de amor que parte de Deus e volta para Ele.

               Em 2015, o mês da Bíblia promovido pela Igreja Católica, em setembro, vai tratar do Evangelho de João e o tema é "Discípulos e missionários a partir do Evangelho de João".              

               Louvamos e agradecemos a Deus por estes 44 anos de compreensão, vivência e anúncio da Palavra de Deus. Deixemo-nos guiar pelo Espírito Santo para podermos cada vez mais amá-La (cf. Verbum Domini, 5).



Nesse mês da Bíblia somos convidados a estudar e refletir sobre esse maravilhoso livro que têm tanto a nos revelar e instruir.
Leia a matéria completa aqui ►

Temas do mês da Bíblia de 1971 A 2015


01) 1971 Bíblia, Jesus Cristo está aqui
02) 1972 Deus acredita em você
03) 1973 Deus continua acreditando em você
04) 1974 Bíblia, muito mais nova do que você pensa
05) 1975 Bíblia, palavra nossa de cada dia
06) 1976 Bíblia, Deus caminhando com a gente
07) 1977 Com a Bíblia em nosso lar, nossa vida vai mudar
08) 1978 Como encontrar justiça e paz? O livro de Amós
09) 1979 Bíblia, o livro da criação - Gn 1-11
10) 1980 Buscamos uma nova terra - História de José do Egito
11) 1981 Que todos tenham vida! - Carta aberta de Tiago
12) 1982 Que sabedoria é esta? - As Parábolas
13) 1983 Esperança de um povo que luta - O apocalipse de São João
14) 1984 O caminho pela Palavra - Os atos dos Apóstolos
15) 1985 Rute, uma história da Bíblia - Livro de Rute
16) 1986 Bíblia, livro da Aliança - Êxodo 19-24
17) 1987 Homem de Deus, homem do povo - profeta Elias
18) 1988 Salmos, a oração do povo que luta - O livro dos Salmos
19) 1989 Jesus: palavra e pão - Evangelho de João, cap 6
20) 1990 Mulheres celebrando a libertação
21) 1991 Paulo, trabalhador e evangelizador - Vida e viagens de Paulo
22) 1992 Jeremias, profeta desde jovem - Livro de Jeremias
23) 1993 A força do povo peregrino sem lar, sem terra - 1ª Carta de Pedro
24) 1994 Cântico: uma poesia de amor – Cântico dos Cânticos
25) 1995 Com Jesus na contramão - o Evangelho de Marcos
26) 1996 Jó, o povo sofredor - Livro de Jó
27) 1997 Curso Bíblico Popular - Evangelho de Marcos
28) 1998 Curso Bíblico Popular - Evangelho de Lucas
29) 1999 Curso Bíblico Popular - Evangelho de Mateus
30) 2000 Curso Bíblico Evangelho segundo João: luz para as Comunidades
31) 2001 Curso Bíblico Atos dos Apóstolos, capítulos de 1 a 15
32) 2002 Curso Bíblico Atos dos Apóstolos, capítulos 16 a 28
33) 2003 Curso Bíblico Popular - Cartas de Pedro
34) 2004 Curso Bíblico Popular - Oséias e Mateus
35) 2005 Curso Bíblico Popular - Uma releitura do II e III Isaías
36) 2006 Come teu pão com alegria - Eclesiastes
37) 2007 Deus viu tudo o que tinha feito: e era muito bom - Gênesis
38) 2008 A Caridade sustenta a Comunidade - Primeira Carta aos Coríntios
39) 2009 A alegria de servir no amor e na gratuidade - Carta aos Filipenses
40) 2010 Levanta-te e vai à grande cidade - Introdução ao estudo do profeta Jonas
41) 2011 Travessia: passo a passo, o caminho se faz (Ex 15,22-18,27) com o lema “Aproximai-vos do Senhor” (Ex 16,9)
41) 2012 Discípulos missionários a partir do evangelho de Marcos
42) 2013 Alegrai-vos comigo, encontrei o que estava perdido (Lc 15).
43) 2014 Discípulos missionários a partir do Evangelho de Mateus, com o lema "Ide, fazei discípulos e ensinai" (cf. Mt 28,19-20)
44)2015 Discípulos e Missionários a partir do Evangelho de João, com o lema "Permanecei no meu amor para dar muitos frutos" (cf. Jo 15,8-9)

Louvamos e agradecemos a Deus por estes 44 anos de compreensão, vivência e anúncio da Palavra de Deus. Deixemo-nos guiar pelo Espírito Santo para podermos cada vez mais amá-La (cf. Verbum Domini, 5).
Leia a matéria completa aqui ►

domingo, 30 de agosto de 2015

Qual é a sua vocação?


         Nunca diga que o que faz hoje não é um chamado de Deus; não é uma vocação! Não diga que você não é capaz; porque quem nos capacita é Deus. Quando Jesus chamou os discípulos, foi um presente d’Ele aos mesmos e na Palavra não está escrito que eles estavam capacitados para a missão que iriam receber. Ao contrário, todos corriam o risco de fracassar, de não dar conta; mas, o segredo está em confiar e se abandonar nas mãos d’Aquele que chama, capacita e envia. Eles acreditaram e foram capacitados pela formação dada por Jesus, e pela força que vem do Alto que é o Espírito Santo. Quem é chamado recebe a autoridade espiritual e o conforto da presença constante do Senhor.

            Creia! O Senhor o conhece e conhece a missão que escolheu para você, conhece seu potencial e também suas limitações. Não são as características pessoais de cada um que determinam a vocação, muito pelo contrário, o próprio profeta responde dessa forma: “Não sei falar, sou apenas uma criança...” (Jer 1, 6). Mas saiba: o Senhor não se importa se você tem potencial ou não, a partir do momento em que Ele chama e você diz sim, Ele te dará o potencial. O que determina a sua vocação é o amor pessoal que você tem por determinado estado de vida.
            Toda a graça da vocação de ser pai, de ser mãe, padre, missionário, freira, político, seja lá o que for vem de Deus. Existem aqueles que agem por necessidade ou porque alguém quis assim. Certamente estes não terão sucesso na construção do Reino de Deus e atrapalharão muito. Cito como exemplo os que buscam suas realizações pessoais sem se preocupar com os demais. Podem até alcançar a glória, mas é passageira e se acaba com ele. Ex: Artistas, Jogadores, políticos corruptos, etc. Quando você diz sim e sabe discernir a sua vocação, a glória não é sua, e sim de Deus. Ai sim, o seu sucesso será eterno. Cito como exemplo O Patronato Sousa Carvalho: “Monsenhor Gonçalo idealizou, Monsenhor Moraes concretizou a obra e entregou nas mãos das Irmãs de caridade, Filhas de São Vicente de Paulo que desde 1951 conduzem este projeto de educação de uma forma vocacionada, sustentada por Deus, pois foi Ele quem chamou”.

            Você também foi escolhido por Deus para uma missão e precisa investir nela. Descubra qual a sua vocação e responda sim como Maria, que disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim a Tua Vontade” (Lc. 1, 38). Quem foi chamado só precisa responder de forma afirmativa a essa iniciativa amorosa de Deus. 


E Você, já sabe qual a sua vocação?

Leia a matéria completa aqui ►

terça-feira, 25 de agosto de 2015

O ministério do catequista a serviço da Vocação




Quando eu era criança, se meu pai ou minha mãe chamasse, não importa o que estivesse fazendo, tinha que responder.


O papai não falava muito, mas quando falava exigia resposta. Às vezes falava com carinho; às vezes falava severo; às vezes, um gesto; às vezes, um olhar. Quando meu Pai me chamava eu sabia que tinha que responder! Se não respondesse tinha que arcar com as consequências. Meu Pai me ensinou que quando alguém chama ou pergunta, é porque precisa de uma resposta.  A vocação é a mesma coisa. Deus chama e nós temos que responder. Quando nos calamos, deixamos de fazer algo que pode influenciar na felicidade de muita gente, inclusive na nossa.

A criação de Deus é perfeita. O homem é perfeito. O que não é perfeito é o raciocínio lento de muita gente. Deus fez o homem a sua imagem e semelhança. ( Gn 1,26) Se somos a sua imagem e semelhança, porque nossos atos são tão diferentes? Deus nos deu poder! Ele fez o primeiro Homem e deu ao homem o poder de fazer o mesmo! Colocou no homem dons e talentos para que o homem possa continuar a sua obra. Vejamos como deve ser o homem:
 
Deus é amor, aquele que não ama não conhece a Deus, e quem ama e permanece no amor, permanece em Deus e Deus nele (1 Jo 4,8. 16.)
Vós sois a luz do mundo. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus.(Mt5, 14. 16.) Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.(Jo 8,12)
Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito.( Mt 5,48)
Acho que não preciso continuar! A expressão "tal pai, tal filho", deve entrar aqui. Sei que não é fácil mais não é impossível.  O catequista tem que ser igual a Deus. Você conhece bem um espelho? Tenho certeza que as mulheres conhecem; passam horas e horas em frente do espelho fazendo retoques na maquiagem, colocando uma roupa diferente, mudando o penteado... O espelho reflete a imagem fiel, embora invertida, da pessoa que está na sua frente. Embora também sejamos uma imagem inversa pois Deus é Santo e nós pecadores, deveríamos sempre fazer retoques na maquiagem do nosso coração ( Amar... quem ama quer estar presente... quer participar de sua vida... ) 1Cor.13. A nossa roupa também deveria ser trocada de vez em quando. (Renunciai à vida passada, despojai-vos do homem velho. Renovai sem cessar o sentimento da vossa alma, e revesti-vos do homem novo, criado à imagem de Deus, em verdadeira justiça e santidade.) Ef 4, 22-24.

Somos, portanto, chamados a perfeição tal qual é perfeito o Pai que está no céu. recebemos de Jesus uma missão que é imprescindível:  fazer com que todos os povos da terra se tornem discípulos de Jesus, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a obedecer a tudo quanto Jesus ensinou.  Nosso dever é catequisar, ensinando tudo o que aprendemos do mestre.
 
Concluindo, Cada ser humano, portanto cada catequista foi desejado, criado, moldado para ser uma imagem perfeita de Deus. Agora é a sua vez. Tudo depende de você. Você deve ser a cara do Pai.

“Ide, pois, fazer discípulos meus entre todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo” ( Mt 28, 19-20).
Leia a matéria completa aqui ►

sábado, 22 de agosto de 2015

Vocação dos leigos


CIC §898 "É especifico dos leigos, por sua própria vocação, procurar o Reino de Deus exercendo funções temporais e ordenando-as segundo Deus... A eles, portanto, cabe de maneira especial iluminar e ordenar de tal modo todas as coisas temporais, as quais estão intimamente unidos, que elas continuamente se façam e cresçam segundo Cristo e contribuam para o louvor do Criador e Redentor."

CIC §899 A iniciativa dos cristãos leigos é particularmente necessária quando se trata de descobrir, de inventar meios para impregnar as realidades sociais, políticas e econômicas com as exigências da doutrina e da vida cristãs. Esta iniciativa é um elemento normal da vida da Igreja.

O fiel leigo estio na linha mais avançada da vida da Igreja: graças a eles a Igreja é o princípio vital da sociedade humana. Por isso, especialmente eles devem ter uma consciência sempre mais clara não somente de pertencerem à Igreja, mas de serem Igreja, isto é, a comunidade dos fiéis na terra sob a direção do Chefe comum, o Papa, e dos Bispos em comunhão com ele. Eles são a Igreja.

CIC §900 Uma vez que, como todos os fiéis, os leigos são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, eles têm a obrigação e gozam do direito, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente por meio deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que sem ela o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito.

O carisma da vocação laical ocupa um lugar central na Igreja, pois a define para o mundo. Outras vocações não têm essa centralidade. O leigo tem carisma e função para libertar a secularidade do mundo, mediante o anúncio de Jesus Cristo, de modo a fazer com que o mundo tenha autonomia. Ele tem a missão de fazer com que o mundo entre em comunhão com o mistério que a Igreja representa.

A vocação laical tem sua origem nos sacramentos do batismo e da crisma. O cristão leigo tem o papel de libertar o mundo da secularidade, dos falsos ídolos e de todas as prisões que oprimem e destroem a pessoa humana. Vivendo no mundo como solteiro, casado ou consagrado (de maneira individual ou num instinto secular), os leigos são fermento na massa, sal que dá sabor e luz que ilumina o mundo. Na vocação laical temos o estado de vida matrimonial. Chamados a ser pai, a ser mãe, a gerar vida, a constituir família. A família é chamada a constituir a Igreja doméstica.
CIC §2442 Não cabe aos pastores da Igreja intervir diretamente na construção política e na organização da vida social. Essa tarefa faz parte da vocação dos fiéis leigos, que agem por própria iniciativa com seus concidadãos. A ação social pode implicar uma pluralidade de caminhos concretos. Terá sempre em vista o bem comum e se conformará com a mensagem evangélica e com a doutrina da Igreja. Cabe aos fiéis leigos "animar as realidades temporais com um zelo cristão e comportar-se como artesãos da paz e da justiça".

A Igreja reconhece no catequistas pessoas chamadas a exercitar um particular encargo eclesial, uma especial participação na responsabilidade de fazer avançar o Evangelho. Na história da evangelização muitos foram, de fato, mestres de religião, guias das suas comunidades, zelosos missionários leigos e modelos de fé. Os catequistas prestam muitos serviços relacionados com a difusão do conhecimento de Cristo, com a fundação da Igreja, com o enxerto cada vez mais profundo do poder transformador do Evangelho na vida dos seus irmãos e irmãs. A catequese é trabalho de fé que ultrapassa qualquer técnica; é esforço da Igreja de Cristo. O seu objeto primário e essencial é o mistério de Cristo; a sua finalidade definitiva é colocar as pessoas em comunhão com Cristo (cfr. Catechesi tradendae, 5). Apesar das circunstâncias, das exigências e dos obstáculos, a importância deste grande apostolado não fica diminuída, porque sempre será necessário desenvolver uma fé inicial e guiar o povo para a plenitude da vida cristã.

Todo batizado e batizada deveria ter esta consciência e abraçar este desafio com a paciência de quem semeia e planta, na maioria das vezes, sem ver os frutos do seu esforço. O Reino é semelhante ao grão de mostarda...O importante, para os leigos e leigas, porém, não é somente não desistir nunca, mas, muito mais, aprender a reconhecer os sinais e as sementes do Reino presentes na história humana, dons da liberdade do Divino Espírito Santo. Os leigos e as leigas que estão no mundo experimentam todos os dias a tristeza da miséria humana, do egoísmo, da desonestidade, da violência, mas também reconhecem, agradecidos, que não têm o monopólio da bondade, da generosidade e do sacrifício. Por isso aceitam dialogar com todas as pessoas de boa vontade religiosas ou não, além das cores políticas e das ideologias. O olhar da verdadeira vocação laical é ao mesmo tempo realista, porque não esconde os problemas e as contradições da sociedade, mas também está cheio de fé e esperança porque tem a certeza que o amor de Jesus já venceu o pecado e a morte. Um pouco, ou muito, amor colocado na hora certa e no momento certo muda os corações, valoriza o bem, desmascara a superficialidade, a mentira e a indiferença. Muda a história.

 Eu sou abençoado por ser cristão. Vivo cheio de Graça por ser catequista. É uma benção ser catequista.

Leia a matéria completa aqui ►

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Agosto mês das vocações

 Todos os anos a catequese, a escola e principalmente a igreja fala de vocação. A escola passa trabalhos de pesquisa para as crianças... Será que uma pesquisa feita as pressa, copiado da internet, muitas vezes sem ao menos uma leitura por parte da criança, ensina alguma coisa? A vocação na catequese já faz parte das disciplinas. A igreja catequisa e celebra as quatros, as vezes cinco semanas de agosto. Mas afinal, o que é vocação?

A palavra vocação vem do verbo no latim "vocare" (chama). Assim vocação significa chamado. Mas quem chama?

Deus é criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis, portanto somos sua criação. Quando deus criou o homem, soprou sobre ele o hálito da vida. A nossa vida é um dom de Deus. "Somos obra de Deus, criados em Cristo Jesus"(Ef 2,10). Existimos, vivemos, pensamos, amamos, nos alegramos, sofremos, nos relacionamos devido ao dom de Deus depositado em nós na criação. Não somos uma existência lançada ao absurdo. Somos criaturas de Deus, criados como filhos para merecermos a herança da vida eterna. Deus, no seu amor infinito, além de dar a vida (nosso primeiro chamado: “A existência”), e SEU desejo é que a nossa vida seja eterna. Para isso ELE nos chama a direcionarmos a nossa vida ao céu. Deus nos orienta à felicidade, através do serviço ao irmão, pois ninguém pode ser feliz sozinho.

Vocação à existência, à vida.

Foi o primeiro momento forte em que Deus manifestou todo o seu amor a cada um de nós. Deus nos amou e nos quis participantes de seu projeto de criação como cooperadores responsáveis por tudo o que existe. O seu sopro de vida sobre nós nos fez à Sua imagem e semelhança. A vida é a grande vocação. Deus chama para a vida, e Jesus afirma que veio para que todos a tenham em abundância. (Jo 10,10)

Quando alguém chama espera uma resposta. Sua vida é a resposta. Se você responde sim ao projeto de Deus, sua vida se torna a própria vocação. Encontramos na Bíblia muitos chamados feitos por Deus: Abraão (sua vocação “a fé”), Moisés (sua vocação “a obediência”), Maria (sua vocação “o serviço” – “Eis aqui a escrava do Senhor”)... Em todas as escolhas, encontramos:


· Deus chama diretamente, pela mediação de fatos e acontecimentos, ou pelas pessoas.

· Deus toma a Iniciativa de chamar.

· Escolhe livremente e permite total liberdade de resposta.

· Deus chama em vista de uma missão de serviço ao povo.

Vocação é o encontro de duas liberdades:
· A de Deus que chama

· A do Homem que responde


Devemos fazer uma distinção entre os chamados: vocação à existência, vocação humana, vocação cristã e vocação específica, uma sobrepondo-se à outra.

Vocação humana - Ser gente, ser pessoa.

Foi nos dada a condição da "liberdade dos filhos de Deus", inteligência e vontade. Estabelecemos uma comunhão com o Criador e, nessa atitude dialogal, somos pessoas. A pessoa aprende a conviver, a dialogar, enfim, a se relacionar. Todos têm direitos e deveres recíprocos. Infelizmente, a obra-prima do Criador anda muito desprezada: enquanto uns têm condições e oportunidades, outros vivem na miséria, sem condições básicas para ressaltar a dignidade com que foram constituídos. No mundo da exclusão acontece a "desumanização" e pode-se perder a condição de pessoa humana. A nossa vocação é lutar pelos direitos humanos, dignidade da pessoa, o bem comum, uma sociedade justa e solidária.


Vocação cristã

A vocação cristã é a vocação de filho através do batismo. Todo batizado recebeu a graça de fazer parte do povo eleito por Deus, marcado para ser herdeiro através do serviço à igreja de Deus. Através da vocação cristã, somos chamados à santidade, à perfeição, recebendo a mesma fé pela justiça de Deus. Através da confirmação do batismo, a crisma, fomos eleitos e chamados pessoalmente por Cristo para ser, como cristãos, discípulo missionário. Chamados â fé pelo batismo, a pessoa humana foi qualificada de outra forma. Assim todos fazem parte do "reino de sacerdotes, profetas e reis". (1 Pd 2,9)

Toda pessoa batizada torna-se uma testemunha do amor de Cristo, participa de uma comunidade de fé como membro de sua Igreja, seguindo caminhos diferentes: Vocação laical, Vocação ao ministério ordenado, Vocação à vida consagrada.

Vocação laical (no matrimônio /no celibato / solteiro - apóstolo)


Todo cristão, solteiro ou casado, ao ser batizado em Cristo, torna-se membro da sua Igreja. No mesmo Cristo ele é convocado a ser apóstolo, anunciador do Reino de Deus, exercendo funções temporais. O leigo vive na secularidade e exerce sua missão insubstituível nos ofícios e trabalhos deste mundo. O Concilio Vaticano II sublinhou que a vocação e a missão do leigo "contribuem para a santificação do mundo, como fermento na massa. (LG31)


Vocação ao ministério ordenado (diácono, padre e bispo)
É uma vocação de carisma particular. É graça que passa pela mediação da Igreja particular, pois as vocações são destinadas à Igreja, Instituição fundada por Jesus - "Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja" (Mt 16,18)-. Acontece num acompanhamento sistemático, amadurecendo as motivações reais da opção. O ministro ordenado preside e coordena os serviços da comunidade. Por intermédio dos sacramentos, celebra a presença de Deus no meio do seu povo. O presbítero é enviado a pastorear e animar a comunidade. Ele é o bom pastor que guia, alimenta, defende e conhece as ovelhas. "Isto exige humanidade, caráter íntegro e maduro, virtudes morais sólidas e personalidade madura". (OT 11)


Vocação à vida consagrada (ser irmão religioso ou irmã religiosa / vida ativa ou contemplativa)

O religioso é chamado a testemunhar Cristo de uma maneira radical, vivendo uma consagração total nos votos de pobreza, castidade e obediência. Com a pobreza, vivem mais livres dos bens temporais, tornando-se disponíveis para Deus, para a Igreja e para os irmãos. Com a castidade, vivem o amor sem exclusividade, sendo sinal do mundo l futuro que há de vir. Com a obediência, imitam a Cristo obediente e fiel à vontade do Pai.

A fé cristã nos ensina que não nascemos apenas do encontro do amor de um homem com uma mulher, mas, todos somos pensados e queridos por Deus desde sempre e para sempre. Toda pessoa tem uma origem divina e humana ao mesmo tempo.

No Mês de Agosto precisamos refletir, meditar e rezar muito para despertar na mente e no coração das pessoas o amor pelo serviço ao reino de Deus. Jesus nos manda fazer de todos os povos seus discípulos, batizando em nome da Trindade. Enquanto todos não estiverem a serviço de Deus teremos muito que fazer. Cada semana de agosto tem uma vocação especifica para meditarmos:

Motivado pela festa de São João Maria Vianney, o Cura d’Ars, no dia 04, patrono de todos os padres, no primeiro domingo celebramos a Vocação ao Ministério Ordenado.

Motivado pelo dia dos pais, no segundo domingo, celebramos a vocação Matrimonial, chamados a ser pai, mãe, gerar a vida;

Motivado pela festa da Assunção de Nossa Senhora, no terceiro domingo: celebramos a vocação à vida consagrada;

No quarto domingo (quando há só 4 domingos no mês): é o dia do catequista: onde destaca-se a relação da vocação com a missão de anunciar a Palavra de Deus, formar o povo de sacerdotes; e, quando há 5 domingos, o 4º é o dia dos ministérios leigos: destaca-se a disponibilidade para o serviço à comunidade, ao Povo de Deus; aí o dia do catequista passa para o 5º domingo (é sempre o último domingo do mês de agosto).

Leia a matéria completa aqui ►