Compartilhe com seus amigos.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Catequese e Internet, não dá para separar.


1º Lugar Concurso Minha Primeira Eucaristia025 Nome - Luana Quintanilha de FariasPRÊMIO Kit completo de sua primeira...
Posted by Catequese da Paróquia de Ipu on Domingo, 24 de maio de 2015

A Internet e o celular estão revolucionando o nosso tempo e a catequese precisa acompanhar as mudanças de cada geração. Cada época tem seus desafios e possibilidades. As gerações convivem, muitas vezes em conflito ou dificuldade de diálogo por se prenderem no próprio mundinho, não querendo penetrar no desconhecido. Conhecer a realidade que nossas crianças e jovens estão vivendo hoje é uma necessidade urgente na vida da igreja.

Nos últimos tempos sofremos uma intensa mudança na comunicação humana, que tem se deslocado para as redes sociais nas nuvens e tem alterado toda a noção de mundo até então conhecido. É um novo contexto existencial que desponta em um ambiente virtual onde pessoas, mesmo sem se conhecerem, tornam-se amigas. É um verdadeiro espaço humano, pois já é habitado pelo homem. O real e o virtual se misturam. E, as pessoas estão cada vez mais conectadas: 24 horas. Hoje não sabemos mais distinguir o que é público ou privado, real ou virtual.




O modo como a experiência na internet acontece, passa prioritariamente pela visão e audição, impactando ativamente a religiosidade das pessoas. Pode-se aprofundar a fé e até ser ambiente propício para uma autêntica experiência de Deus. João Paulo II prenunciava uma “divinização da engenhosidade humana” e o Bento XVI definiu como “um verdadeiro dom para a humanidade.” Assim sendo, devemos ter um olhar crítico, mas indubitavelmente positivo em relação as novas mídias. O ambiente virtual possui linguagem própria. Mesmo no mundo real percebe-se que tal linguagem tem interferido na maneira de comunicar. Verbos que fazem parte do fundamento cristão como salvar, converter e compartilhar mudaram seu sentido a partir da rede. Exige de nós esforço e abertura, principalmente para dialogar com aqueles que chamamos de nativos da rede.

Tudo que dá prazer é válido! Voláteis e muito criativos na linguagem, principalmente pela rede, a internet passou a ser usada como extensão do próprio corpo. As relações são intensas e autônomas: a família já não dita mais! Os pais são vistos muito mais como amigos. A Igreja também! Não é mãe, nem mestra. A Igreja é companheira das aflições, emoções e questões existenciais. Têm dificuldade de respirar o que é íntimo e público. Os sentimentos são expostos e as redes sociais são como que um diário onde todos podem acompanhar ou até sentir o que se está passando com a pessoa. Alterna nas redes sociais o convívio/isolamento privado da tribo as quais pertencem e também os pontos de vista que querem escancarar para toda a rede de relações virtuais. Geração que descobriu um novo jeito de se rebelar: através das redes. Mas suas utopias são mais pessoais que integradoras de uma mudança na sociedade.

Olhando para este quadro vemos o desafio e a plasticidade que temos que ter ao evangelizar o mundo de hoje. As gerações que predominantemente chegam até nós, hoje, na catequese não são virtuais, mas podemos de maneira virtual adentrar o mundo real na qual convivem.

As Igrejas tem a obrigação de orientar crianças, jovens e adolescentes quanto aos perigos escondidos na web.

A Internet, qual espada de dois gumes, corta à direita e à esquerda. Ora cura, ora fere; ora traz vida, ora semeia morte; ora destrói as belezas interiores, ora evangeliza. Sentimo-nos em um pequeno barco em face de ondas Gigantescas. Temos o leme e os remos, porem muitas vezes não sabemos para onde nortear porque desconhecemos os espaços cibernéticos e temos medo mergulhar neste mundo infinito.


Para nós, educadores da fé, ainda leigos no ciberespaço, cabem duas atitudes evangelizadoras: seleção e criação. Adentrarmo-nos cada vez mais na Sociedade do conhecimento. Este nos banha por todos os lados. Parados, estonteados, sem iniciativa, molhamo-nos com todas as águas, desde as lustrais até as pútridas. Se não queremos contaminar-nos, não há outro remédio: apliquemos o olfato crítico, escolhamos águas que nos purifiquem, nos perfumem.

Concurso Minha Primeira Eucaristia036 Nome - Daiana Silva e sua irmã Solange SoaresPor favor, clique na foto para...
Posted by Catequese da Paróquia de Ipu on Domingo, 26 de abril de 2015

Cabe aos pais, mestres, educadores, catequistas a relevante tarefa evangelizadora na escolha e na divulgação de sites sadios e educativos. A evangelização da seleção. Ainda não exploramos pedagógica e catequeticamente tal fonte. Em vez de deixar os jovens entregues, sem mais, às solicitações perversas de inúmeros sites que vão da mais nojenta pornografia até o incentivo do suicídio, adiantemo-nos a oferecer-lhes prato saboroso e são.

Foi pensando desta maneira que a catequese da Paróquia do Ipu tem tentado penetrar o mundo virtual para Evangelizar nossos cristãos também quando estão navegando.

Este ano, dentro da Dinâmica Pascal que tem início na Quaresma, a Coordenação de Catequese Paroquial preparou uma maneira de unir Pai e Filho, assim como também os seus amigos para falarem de catequese. Foram tarefas relacionadas com a dinâmica, desenvolvidas virtualmente. Foi gratificante ver o empenho das crianças e de muitas pessoas de bem que entenderam o motivo e contribuíram de diversas maneiras para o resultado final.

Veja os critérios.

1- Cada criança da segunda fase deve escrever um texto (Não precisa ser 10 linhas) dizendo por que está na catequese (para ser discípulo de Jesus) e o que pretende fazer depois que se encontrar pela primeira vez com Jesus Eucarístico. Qual será sua missão? Que setor (pastoral) da igreja pretende participar e por quê? O que deseja fazer pelo Reino de Deus.
2- O texto deve ser digitado com o nome da criança, do catequista e do centro catequético e colocado como mensagem no chat do: www.facebook.com/OsorioSoaresGomes acompanhado de uma foto sua (Se não tiver facebook fazer pelo facebook da mãe, pai ou padrinhos, desde que a foto seja dos dois juntos. Durante a semana pode postar no chat de mensagens do www.facebook.com/OsorioSoaresGomes
3- As imagens com as mensagens serão postadas na linha do tempo da página da catequese em forma de imagem. www.facebook.com/catequesedaparoquiadeipu 
4- A imagem que tiver o maior número de curtidas, mais pessoas alcançadas, e mais compartilhamentos ganhará. 
5- Para validar a participação cada participante terá que curtir a página da Catequese. www.facebook.com/catequesedaparoquiadeipu 
6- O 1º Lugar ganhará - um kit completo de Primeira Eucaristia: Uma blusa, uma lembrança, uma vela, 1 foto com o Padre e um Dvd.
7- O 2º lugar ganhará- Uma coleção completa de desenhos bíblicos contando a vida de Jesus: são 23 episódios de 30 min. E um filme da vida de Jesus segundo São Lucas.
8- A promoção será durante toda a Páscoa, sendo que na festa de Pentecostes será a última tarefa e o resultado será divulgado no sábado que antecede a Festa da Santíssima Trindade. Cada semana será divulgado mais tarefas nos comentários desta foto.


Você pode nos visitar: https://www.facebook.com/catequesedaparoquiadeipu curtir nossa página e interagir com nossas crianças, Evangelizando e incentivado-as no seguimento a Jesus Cristo.
Veja a classificação:


Classificação Geral
Posted by Catequese da Paróquia de Ipu on Domingo, 24 de maio de 2015