Compartilhe com seus amigos.

domingo, 12 de julho de 2015

O Pai, em Jesus nos ofereceste uma nova forma de viver o Amor Comunhão.

Encontro realizado nos dias 14 e 15/mar – III e IV Domingo da quaresma – Edificar e Glorificar 

Preparando o Ambiente – O Coração de Jesus, desenhado no isopor deve estar em lugar de destaque. Coloque uma vela ou círio, acesa, próximo ao coração. Prepare as sete chaves antecipadamente.
1º Momento - O Pai bondoso acolhe seus filhos no colo do Amor 
Acolhida: Já aprendemos que Deus nos ama tanto a ponto de perdoar todos os nossos pecados, bastando apenas a gente reconhecer que errou e pedir perdão. E este pedido de perdão se dá na confissão. Quem pede perdão merece ser perdoado. Pecar é dizer NÃO a Deus, viver longe do seu amor, ser desobediente. É difícil a gente não cometer erros. As vezes porque não sabemos; outras vezes porque nos seduziram; mas a maioria das vezes porque somos teimosos. Quando a gente descobre que errou, o certo é concertar. Não dá pra continuar no erro. Os mandamentos são diretrizes para não cometermos erros. Se errar levante a mão para o céu e peça perdão que Jesus vai lhe estender a mão e dizer:  Filho, Levanta e vai para casa, os teus pecados estão perdoados. João 2,9-11.
 Abertura: Três corações pequenos feito de isopor; Três crianças: A primeira entra com as mãos cheias de papel de balinha ou outras guloseimas e joga no chão, boné virado ao contrário e malvestida; a segunda com uma vassoura velha, sem cabo, varrendo de qualquer jeito, jogando o lixo nos cantos; a terceira entra falando alto, brigando com a que estava varrendo, apanha o lixo do canto e joga debaixo do tapete.  
Oração Inicial: As crianças devem persignar-se com o auxílio dos catequistas. Após cada oração feita por uma criança, a mesma ergue o coração sobre a cabeça e quebra-o. 
Catequistas: Sejam todos bem vindos-(as). Hoje, Jesus vai nos ensinar a maneira correta de cuidar da nossa vida, da nossa casa e de uma maneira muito especial, da casa de Deus. Vamos começar com nossa vida. O meu corpo é Templo do Espírito Santo. Como estou cuidando do meu corpo? Estou me zelando direitinho? Visto roupa descente? Ando bem asseado? Falo muitas bobagens ou coisas feias?
  Crianças: Senhor Jesus, perdoa-nos pelas vezes em que valorizamos mais a moda do que o próprio corpo; utilizamos palavras que escandalizam os outros e fazemos asneira que os prejudicam… Catequistas: Na casa de nossos pais temos como tarefa ajudar a manter a ordem e o zelo, pois é nosso lar e somos uma família constituída na Graça de Deus. Somos membros de uma família e todo membro busca fazer o que é melhor para todos. Crianças: Senhor Jesus, perdoa pelas vezes que não respeitamos a vontade dos nossos pais e outros mais velhos, não os ouvindo nem obedecendo as suas ordens… 
Catequistas: Na casa de Deus, o cuidado pelo ambiente, os objetos de uso comunitário, os objetos sagrados deve ser redobrado. Podemos dizer que temos duas casas que chamamos de Deus: o templo onde nos reunimos para celebrar e o nosso coração que é morada do Espírito Santo. Assim como não posso fazer nada que manche ou machuque o meu coração, também não posso ser descuidado com a casa do Senhor.
Crianças: Senhor Jesus, perdoa pelas vezes que magoamos o nosso coração com rancor e por não sabermos zelar pela casa do Senhor. Somos crianças e gostamos de fazer barulho. Ensina-nos a ter mais atenção nas orações e celebrações litúrgicas. 
Catequistas: Senhor  Jesus tenha compaixão de nós,  
Crianças: Porque somos pecadores
Catequistas: Por ser puro amor sede misericordioso para conosco. 
Crianças: E dai-nos a vossa salvação
Catequistas: Por ser Filho de Deus perdoe os nossos pecados  
Crianças: E nos conduza a vida eterna. Amém
2º Momento – A Palavra de Deus é Luz para nós. Jo 2,13-25. 
Após a leitura todos rezam esta oração  
Catequistas: Jesus ama a sua família sagrada aqui na terra, José, Maria e seus discípulos, assim com ama sua Família Divina no Céu, a Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo. Como um Filho obediente, zela a casa do seu Pai como sua própria casa. Logo, Ele é o herdeiro.  
Crianças: Senhor Jesus, ensina-nos a zelar o nosso coração para que seja um lugar digno do seu amor; fazei o nosso coração semelhante ao vosso;  ensina-nos também a cuidar da nossa morada, assim como da casa do Vosso Pai, que sabemos também ser nossa. Amém 

 (Leitura orante) Perto do dia de celebrar a Páscoa, onde foi Jesus? O que é o Templo? O que Jesus encontrou no Templo?  Qual foi a reação de Jesus ao ver a casa de SEU PAI transformada em supermercado? Por que Jesus não permitiu negócios no Templo? Quando os Judeus pediram um sinal, o que Jesus respondeu? O que ele queria dizer quando falou que levantaria o Templo em três dias?
Meditação: Deus criou tudo o que existe em cinco dias e no sexto dia criou o homem. Deu o mundo de presente ao ser humano pedindo apenas o seu amor e obediência para fazê-los felizes.  Jesus zela com carinho a casa de seu Pai porque o local de encontro com Deus deve ser o melhor possível. Quando Jesus falou na destruição do Templo esta se referindo ao corpo humano. Assim como Jesus, nosso corpo ou coração é morada de Deus, pois quando o Senhor nos fez, soprou em nós SEU Espírito. Precisamos viver santamente para que o Senhor esteja sempre conosco. Se vier a pecar não desanime, reconheça seu erro, confesse ter pecado e peça perdão a Deus.  Como ELE é um Pai Bondoso, vai perdoá-lo e acolhê-lo no SEU SAGRADO CORAÇÂO. Esse acolher é o mesmo que edificar.
3º Momento – Abertura da Porta A Primeira com a letra E
Catequistas: No seu diálogo com as autoridades do Templo, Jesus nos revela que, ao ressuscitar, ele será o novo templo, o novo santuário de Deus, sua humanidade ressuscitada será o novo espaço de comunhão dos homens com Deus e entre si. Jesus nos entrega seu Espírito de liberdade que, morando em nós, nos faz exclamar: "Abbá, Pai" (Rm 8, 15), é este o verdadeiro rosto de Deus, ele é nosso "papaizinho" querido, ao qual podemos amar porque Ele nos amou primeiro (1Jo 4,10). É a religião do amor gratuito e universal que EDIFICA o homem e o valoriza. Hoje abriremos mais duas portas: a primeira com a letra E.  “Pai, em Jesus nos ofereceste uma nova forma de viver unidos. Propuseste um novo templo em que habitas e reúnes todos os teus filhos, por isso, somos um povo de irmãos. Este Templo é o corpo de Cristo, sua Igreja onde Jesus é a cabeça e nós somos os seus membros.  Recordamos que nos pedes para EDIFICAR a Igreja, que nos pedes para amar cada um dos teus filhos”.
A segunda com a letra G. 

Catequistas: Deus, em todo o seu poder e Glória exaltou SEU FILHO Jesus como Senhor do céu e da terra. Jesus é o Herdeiro de Deus e nós participamos desta herança pela sua PALAVRA, pelo SEU sangue derramado na cruz e pelo Pão Eucarístico que é sua carne, e nELE está contido toda sua Divindade. Por isso, a cruz é o caminho da fé e, com ela, da verdadeira salvação, para que todos os que acreditam tenham a vida eterna. Deus não enviou o seu Filho ao mundo para julgar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele. Não podemos esquecer isto, porque, hoje, Deus envia a sua Igreja (todos nós) ao mundo para que continue a ser instrumento de salvação. Devemos GLORIFICAR o nosso Deus através do nosso trabalho de Evangelização. Qual é a palavra? “O Amor Divino é manifestado a todos nós na Eucaristia. Deus é “elevado” e apresentado a todos pelas mãos do sacerdote, para que a nossa fé cresça e ansiemos pela salvação que nos vem da Páscoa do Senhor. Nós somos obra de Deus, criados em Jesus Cristo, em vista das boas obras que Deus de antemão preparou, como caminho que devemos seguir. Que Cristo continue a modelar a nossa vida. ‘Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a GLÓRIA DO SENHOR vai nascendo sobre ti; Porque eis que as trevas cobriram a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o Senhor virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti’”. Is 60:1-2 “Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a GLÓRIA, assim agora, como até o dia da eternidade. Amém”. 2 Pedro 3:18
4º Momento – Compromisso de um verdadeiro discípulo 
Catequistas: Acredite. O pecado nos derruba e Cristo nos EDIFICA. EDIFICAR, construir, fazer nova todas as coisas é a palavra chave para abrir a porta do Coração de Jesus e do nosso. Jesus Cristo disse: “Eis que faço novas todas as coisas”. Apocalipse 21:5 Precisamos nos renovar a todo momento. Quando concertamos um objeto, ele fica novo outra vez. É assim que edificamos a nossa vida espiritual. Errou, concerta o erro e está EDIFICADO novamente. Edificar é fazer nova todas as coisas.
Rezemos juntos: Senhor Jesus, queremos seguir-Te em cada momento da nossa vida… sabemos que sempre quiseste que o coração do homem estivesse preparado para acolher o Pai que é amor. Por isso, hoje queremos te oferecer o nosso coração para te receber… ao longo desta semana tentaremos expulsar dos nossos corações o ódio, as inimizades, as invejas, as injustiças e tudo aquilo que nos afasta do Teu caminho de amor. Para provar que aprendemos o que nos ensinastes, tomaremos mais cuidado com o nosso coração, ajudaremos papai e mamãe a cuidar da nossa casa e também da casa de Deus nosso Papai do Céu. Amém. (As crianças pegam a sujeira que fizeram no início e jogam no lixeiro.) 

Encontros: Abraão, o homem de fé/Abraão peregrino: homem de fé /Abraão
Meditação para os encontros: Deus não gosta de ver seus filhos no pecado. Desde que fez o mundo, o Senhor tem tentado santificar a vida de seus filhos. Deu a Adão e Eva tudo o que precisavam para serem felizes. O homem pela sua teimosia e desobediência se afastou de Deus. O Senhor ficou triste com o pecado do homem, mas não podia intervir, pois Deus respeita a liberdade que ELE mesmo deu ao homem. Depois de muito sofrimento na terra, apareceu um homem temente e obediente a Deus. Abraão vivia uma vida de oração e busca pelo Divino. A sua fé era tão grande que Abraão não hesitava em fazer a vontade do altíssimo. Abraão foi chamado o pai da fé porque nunca duvidou de Deus. O amor de Abraão por Deus era tão grande que tudo o que o Senhor pedia a ele, obtinha. Em recompensa pelo seu amor, Deus abençoou Abraão dizendo: “Eu farei de ti uma grande nação”. Gn 12,2. Só cresce, edifica, aquele que age com amor e obediência. “Pela fé, Abraão, quando chamado obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber para onde ia”. Hebreus 11.8 Abraão edificou o povo de Deus conforme a vontade do Senhor e o glorificava por tudo.
Orações do Cristão: Decorar em casa as perg.: 1 ao 6 do livro de oração.
Desafio para a semana: Todos os dias ler um versículo Bíblico com os pais e irmãos. Escrever em seu caderno o versículo que leu, quem escolheu e porque? Como bons discípulos que somos, vamos imitar o nosso mestre, Jesus, fazendo uma limpeza na casa do nosso pai. E testemunhando a fé de Abraão, vamos perguntar a mamãe o que podemos fazer para ajuda-la. Depois escreva tudo no seu caderno. Imaginemos que Jesus está hoje na nossa frente, na entrada de nosso templo, de nosso coração, olhando para nós com infinito carinho, sabendo que cada um de nós é "casa de seu Pai".  O que Ele nos diria? Que gostaria de purificar, libertar, mudar em nós, para que nossa vida seja agradável a Deus e servidora de seu Projeto de comunhão?
Escolher uma criança para ser Jesus na próxima semana e dar o texto para ela decorar.