Compartilhe com seus amigos.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Festa da Eucaristia no Centenário da Diocese de Sobral - Primeira Comunhão 2015 em Ipu


Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel (Sl 12,6).

Assim estamos vivendo os nossos dias. A Palavra de Deus nos orienta a dedicar um ano de louvor à santidade do seu Deus a cada cinquenta anos (Dt 15,12-15). No Evangelho, o Ano Jubilar encontra em Jesus Cristo a sua realização definitiva (Lc 4,18-19): Ele realiza “um ano de graça” com suas palavras, e, sobretudo, com as suas ações: vida, morte e ressurreição.

Este é o “Ano da Graça”. E são tantas as Graças que não sou digno de enumerá-las, porém não posso deixar de exultar o Nome do Senhor nosso Deus pelas maravilhas que ele fez entre nós. É tempo de alegria, de dar graças a Deus por esta etapa de evangelização, de caminhada, de anúncio, de conversão e de fortalecimento de nossa Fé. Tudo isto porque estamos celebrando o grande Jubileu de nossa Diocese.

Estão sendo 4 anos de preparativos e celebrações: Fomos conduzidos a reavivar o espírito missionário presente na espiritualidade mariana com um ano dedicado a Maria (Ano Mariano). Logo em seguida veio a experiência dos discípulos missionários que anunciavam o Reino a partir da pregação e do testemunho e ensino da fé como catequistas missionários (Ano Catequético). Como missionários, também fomos chamados a dar uma resposta como sinal de conversão e de adesão mais radical a serviço do reino através da vocação especifica, vivenciando o tempo vocacional (Ano Vocacional). E agora, como discípulos missionários no Senhor, somos convidados a perceber a riqueza que é para nós a Santa Eucaristia, pois como batizados somos chamados a ser comunhão entre nós e os irmãos. É a Eucaristia, que recebemos como alimento, que nos fortalece nesta caminhada (Ano Eucarístico). Todos estes elementos provêm de uma única fonte geradora que é a Palavra de Deus.

Nestes últimos anos nos preparamos para este jubileu escutando a Mãe Maria: “Façam tudo o que Ele vos disser. (Jo 2,5); e a Mãe Igreja: Urgências para a ação Evangelizadora 2. Igreja: casa de iniciação à vida Cristã (DGAE). Depois de muitos estudos direcionados ao processo de iniciação a vida cristã e conscientização dos adultos e seus catequistas, a catequese paroquial resolveu trabalhar de acordo com os critérios da Igreja no Brasil.

Em 2014 iniciamos a nossa primeira turma evidenciando o discipulado cristão e o amor pela Eucaristia a partir da celebração litúrgica com princípio e fim de nossa ação evangelizadora.

No dia 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, a Paróquia em Jubilo celebrou a Festa da Eucaristia, levando estas crianças ao encontro de Jesus, concretizando assim os 2 primeiros tempos do processo, de acordo com o RICA. Foi muitas bênçãos, muitas graças e muito louvor para Honra e Glória do Senhor. Foram 33 centros catequéticos de toda a paróquia com 147 catequistas trabalhando com o mesmo ideal, durante 3 anos ( Pré catequese 1 ano e catequese 2 anos).

Não foi fácil, principalmente a conscientização dos familiares que não compreendendo o valor e a necessidade de empenho de todos, acabaram se afastando e afastando seus filhos. Neste último ano recebemos 486 crianças para a última etapa do processo e conseguimos um total de 423 crianças comungando conosco pela primeira vez, em toda a Paróquia.

Nosso Pároco, Padre Raimundo Nonato convidou para esta grande festa o nosso Vigário paroquial, Padre Lucas e dois Padres filhos da terra, Padre Erlandino, Pároco de Pires Ferreira e Padre Gerson, Reitor do Seminário de Filosofia e Teologia de Sobral, em fortaleza.

Agradecemos a Deus esta oportunidade ímpar em nossas vidas. Eu Osorio Soares quero agradecer de maneira particular ao Padre Nonato pelo apoio e confiança em nosso trabalho e aos meus amados irmãos catequistas.
Leia a matéria completa aqui ►