Compartilhe com seus amigos.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Mensagem de natal 2016

Vivemos a procura de tantas coisas e esquecemos o essencial que vive a nossa procura. Onde está Aquele que nos amou primeiro? ... Qual o espaço que ELE ocupa em nosso coração? ... Qual o grau de parentesco que temos com ELE? ... Onde armamos a nossa manjedoura? ...
A primeira coisa que o Natal nos chama a fazer é isto: dar glória a Deus, porque Ele é bom, é fiel, é misericordioso. Que possamos rezar com amor o salmo 118:
Aleluia. Louvai ao Senhor, porque ele é bom;
porque eterna é a sua misericórdia.
Diga agora a minha casa: Eterna é sua misericórdia.
Proclame  minha família: Eterna é sua misericórdia.
E vós, que temeis o Senhor, repeti: Eterna é sua misericórdia.
Hoje celebramos o Natal de Jesus. O Filho de Deus nasceu: tudo muda. O Salvador do mundo vem para se tornar participante da nossa natureza humana: já não estamos sós e abandonados. Deus está ao nosso lado. ELE se fez “O Deus Conosco”.  Que cada um possa sentir esta presença inigualável de Deus ao nosso lado... mas, você só poderá ver com os olhos da Alma, do coração... portanto feche os seus olhos, sinta esta presença Real... Deixa Jesus te abraçar... (Se quiser podem continuar com os olhos fechados)
Você que é Pai, Mãe, sabe o quanto é maravilhoso abraçar uma criança. Abrace este menino Jesus que acabou de nascer. Sinta o Perfume da Esperança que nasce... Sinta a Macieza da Paz que nos espera... Sinta a Ternura do AMOR nos envolvendo.
Em Jesus manifestou-se a graça, a misericórdia, a ternura do Pai: Deus é AMOR Sublime, Perfeito... Jesus é o Amor feito carne. Ame, sem distinção.
O dom precioso do Natal é a paz, e Cristo é a nossa paz verdadeira. Cristo bate à porta dos nossos corações para nos conceder a paz, a paz da alma. Abramos as portas a Cristo!”
Como acolhemos a ternura de Deus? Deixo-me alcançar por Ele, deixo-me abraçar, ou impeço-lhe de se aproximar? ‘Oh não, eu procuro o Senhor!’ – poderíamos replicar. Porém a coisa mais importante não é procurá-Lo, mas deixar que seja Ele a procurar-me, a encontrar-me e a cobrir-me amorosamente das suas carícias. Esta é a pergunta que o Menino nos coloca com a sua mera presença: permito a Deus que me queira bem?
Agora, abrace a todos que você puder alcançar. Saia do seu comodismo, do seu conforto e vá o encontro do outro. Leve este Deus que está dentro de você. Mas, não esqueça que Deus também está dentro do outro, receba-o. Deseje a ele um Feliz Natal com Cristo.